New here? Register. ×
×

O vergonhoso aumento de 21,46% na luz

Escrito por Luiz Antonio Mello às 09:00 do dia 17 de março de 2018
Sobre: Choque na conta
17mar

Nas cidades assaltos, assassinatos, nos postos de saúde faltam vacinas, remédios, os hospitais públicos estão pela hora da morte e, para sufocar ainda mais os afogados (nós) a Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel, autorizou o vergonhoso aumento de 21,46% na conta de luz em Niterói e 66 cidades que são abastecidas pela Enel. O aumento já está valendo desde a última quinta-feira.

Uma rasteira a céu aberto já que a inflação em 2017 encerrou em 2,95%, ou seja, o governo deu de presente a Enel um aumento que é sete vezes maior do que a inflação oficial.

A Enel Distribuição Rio atende a 3,1 milhões de residências no estado do Rio de Janeiro, uma população de 6,6 milhões de pessoas, distribuídas em 66 municípios fluminenses.

Em Niterói, o fornecimento é péssimo e há poucas semanas num temporal parte de Icaraí ficou sete horas sem energia. A Região Oceânica é tratada como roça, no mau sentido, pela famigerada distribuidora.

O que os senadores e deputados federais e estaduais eleitos pelos habitantes dos 66 municípios do estado fizeram para tentar barrar o aumento?

A desculpa dessas empresas é que neste ano, todo o país pagará mais de R$ 16 bilhões em encargos. O dinheiro é usado pelo governo para bancar programas como o Luz Para Todos, diminuir o valor das contas para famílias de baixa renda e para comprar combustível para gerar energia em regiões isoladas do país (como Amazônia).

Isso representa cerca de 2,5 pontos percentuais nas altas das distribuidoras. Os encargos são garantidos em lei e, sozinha, a agência reguladora diz que não pode fazer nada para evitar as altas.

Não entendi. Uma agência reguladora diz que não consegue regular? Então para que servem as agências reguladoras, varais de empregos de empistolados?

Há décadas circula em Niterói uma lenda urbana dizendo que a cidade é um celeiro de juristas. Se for verdade, peço que pelo menos um desses juristas possa responder se esse tipo de aumento abusivo pode justificar uma Ação Popular visando anular o aumento. Pode? Não pode?

Sei que foi um gesto inútil, mas na manhã de quarta-feira acessei http://www2.planalto.gov.br cliquei em “Fale com o Presidente” e escrevi para o político que foi colocado no Palácio do Planalto pelo PT em 2010.

Perguntei se ele soube do aumento da luz, quem são as pessoas que comandam a Aneel e se ele reconhece que esse aumento sabota o plano econômico já que vai impactar, muito, a inflação.

Sem resposta.

Sharing is caring

Luiz Antonio Mello
Luiz Antonio Mello
Jornalista, radialista e escritor, fundador da rádio Fluminense FM (A Maldita). Trabalhou na Rádio e no Jornal do Brasil, no Pasquim, Movimento, Estadão e O Fluminense, além das rádios Manchete e Band News. É consultor e produtor da Rádio Cult FM. Profissional eclético e autor de vários livros sobre a história do rádio e do rock and roll.
|

One thought on “O vergonhoso aumento de 21,46% na luz

Comments are closed.

Menu