New here? Register. ×
×

Músicos assaltados a caminho da festa

Escrito por Gilson Monteiro às 16:36 do dia 28 de agosto de 2017
Sobre: Em Icaraí
28ago

O baterista e o saxofonista da Orquestra Sinfônica Ambulante foram assaltados no fim da tarde de domingo (27/08) na Rua Gavião Peixoto, esquina com Rua Cinco de Julho, em Icaraí. Estavam a caminho da festa de um casamento em que iriam se apresentar.

Os ladrões levaram o Fiat Punto em que Cayo Nametala e Caue Machado estavam, e mais instrumentos e equipamentos musicais, alguns desses raros, como um prato Splash 12 AAX Sabian e um saxofone preto, personalizado por Ivan Meyer, ambos fáceis de identificar.

O assalto à mão armada aconteceu faltando quinze minutos para as 19h. Os bandidos levaram além do carro placa HEK-9972 e os instrumentos musicais, celulares, carteiras com documentos e cartões, livros e material de trabalho dos músicos.

Eles estavam parados no carro esperando por outro colega da banda quando surgiram dois homens armados mandando descer e deixar tudo no carro.

A Orquestra Sinfônica Ambulante é um bloco de sax, flauta, caixa, trompete, trombone, surdo e zabumba, que toca desde 2011 nas ruas e ganhou a simpatia dos niteroienses. O repertório é de samba, rock, funk music, forró, maracatu, salsa e jazz. O que torna seus shows divertidos é o improviso e a descontração.

Dos 18 integrantes, apenas quatro vivem de música. Os outros 12 têm trabalhos paralelos. Metade da banda estudou no Instituto Abel e fazia parte da orquestra da escola. Veio a ideia de montar um grupo no estilo das fanfarras. A fanfarra fluminense já abriu o show de Gilberto Gil em Niterói em 2013. Os músicos realizam oficinas de ritmos, iniciação aos instrumentos e recreação musical no Clube Livre de Arte e Cultura, no bairro Vital Brasil.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

5 thoughts on “Músicos assaltados a caminho da festa

  1. Porque não reúnem todos da orquestra e tocam a marcha fúnebre na frente da casa do prefeito na hora dele dormir? Pra ver se ele acorda pra realidade. É uma!
    Sou músico também é vivo esse risco.

  2. Acho que não tem mais solução.Não tem ninguém para nos proteger.O governador, o prefeito não estão nem um pouco preocupados com o povo.Até quando vamos viver nessa insegurança?

    1. A música que toca em Niterói é a RÁ TÁ TÁ TÁ. Está muito perigoso andar na cidade depois das 19 horas.Todo cuidado é pouco!

      1. INDIGNAÇÃO e TRISTEZA de um povo q tinha orgulho de sua cidade e seu país. Os músicos q há anos alegram Niterói ñ são poupados e levam até seus instrumentos de trabalho. Os niteroienses (e outros cidadãos brasileiros) estão se enclausurando …

Comments are closed.

Menu