New here? Register. ×
×

Vacina de vento: MP pede a prisão de técnica de enfermagem de Niterói

Escrito por Gilson Monteiro às 13:23 do dia 22 de fevereiro de 2021
Sobre: Dose criminosa
22fev

A prisão preventiva da técnica de enfermagem de Niterói que aplicou a chamada vacina de vento em um idoso foi requerida pelo Ministério Público estadual. Rozemary Gomes Pita foi denunciada pelo crime de peculato (sujeito a quatro anos de prisão) e infração de regra sanitária ao ter simulado a aplicação do imunizante contra a Covid em um senhor de 90 anos.

O MPRJ fundamentou o pedido de prisão lembrando que a liberdade da profissional de saúde “traz riscos para a ordem pública, levando-se em conta o risco de reiteração da prática criminosa”.

No dia 12 de fevereiro, a técnica de enfermagem simulou aplicar uma dose de CoronaVac em um senhor de 90 anos, no posto drive thrue instalado pela Secretaria de Saúde de Niterói no campus da UFF. Para os promotores, ficou claro no vídeo feito por parentes do idoso que Rozemary não pressionou o êmbolo da seringa, tendo deixado de aplicar o imunizante.

Segundo o MP, a denunciada “infringiu determinação do poder público para aplicar a vacina pois, de forma livre e consciente, durante exercício da função pública, apropriou-se de medicamento e material hospitalar, tais como, seringa e 0,5 ml do imunizante do Coronavírus”. A seringa com a dose da vacina não foi encontrada, ao contrário do que, no dia, a Secretaria de Saúde informou em nota para a imprensa.

A denúncia do MP em inquérito civil público contra  Rozemary Gomes Pita está sendo denunciada pelo MP por “conduta típica descrita nos artigos 268 (Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa) e 312 (apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio), caput, na forma do art. 70, todos do Código Penal”. Os crimes cometidos são dolosos, sendo o peculato, com pena privativa de liberdade máxima superior a quatro anos.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

2 thoughts on “Vacina de vento: MP pede a prisão de técnica de enfermagem de Niterói

  1. mas para onde ia a vacina? essa é a questão… será que ia para a família? será que iria ser vendida para traficantes? ja ouvi falar muitas coisas, isso sim tem que ser investigado…. qual o destino da mesma?

  2. Cadeia para a meliante por crime doloso.A justiça tem que ir a fundo para inibir e interromper essa ânsia de ganho fácil e ilícito.Envolver o secretário de saúde de Prefeito por crime de responsabilidade já que não é o primeiro fato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *