New here? Register. ×
×

Teatro Popular de Niterói ilustra versão em quadrinhos do best-seller ‘Sapiens’

Escrito por Gilberto Fontes às 12:37 do dia 27 de julho de 2021
Sobre: Passeio pela história
  • Teatro Popular de Niterói, Sapiens em HQ
27jul

Teatro Popular de Niterói, Sapiens em HQO Teatro Popular de Niterói, uma das inconfundíveis obras de Oscar Niemeyer, é mostrado em seus vários ângulos em “Sapiens – o Nascimento da Humanidade”, do historiador Yuval Noah Harari, na versão em quadrinhos do livro sucesso de vendas no mundo inteiro. Este primeiro dos quatro volumes em HQ está sendo bem procurado e vendido pela livraria Travessa, em Icaraí.

Em seu passeio pela história da civilização, o personagem que tem a cara do autor israelense vem a Niterói participar da palestra “Como era a vida na Idade da Pedra”. O local do evento é o Teatro Popular, que integra o conjunto de prédios monumentais projetados pelo arquiteto na ex-capital fluminense.

O teatro no início do Caminho Niemeyer ilustra a narrativa em quadrinho com sua entrada curva, a rampa em forma de hélice, o palco e detalhes do acabamento.

Best-seller já vendeu 16 milhões de livros

“Sapiens” em sua versão original de 2011 (Uma breve história da humanidade) já vendeu mais de 16 milhões de exemplares e foi traduzido em 60 idiomas. O autor, Yuval Noah Harari, é professor do departamento de história da Universidade Hebraica de Jerusalém. É especialista em história mundial, medieval e militar

A versão em quadrinhos foi lançada em novembro de 2020, pelo selo Quadrinhos da Cia., da Companhia das Letras. Leva o leitor a viajar pelo lado selvagem da história, acompanhado por personagens como Bill Pré-Histórico, doutora Ficção e detetive Lopez. Harari, o autor, é o guia. Com roteiro do belga David Vandermeulen e arte do francês Daniel Casanave, o formato HQ dá uma nova perspectiva ao passado e às nossas origens.

A evolução humana é repensada como um reality show. O primeiro encontro entre os sapiens e os neandertais se dá através das obras-primas da arte moderna. A extinção dos mamutes e dos tigres-dentes-de-sabre é recontada como um filme policial.

A série em quadrinhos é recheada de inteligência, humor e personagens pitorescos. Foi pensada para cativar quem gostaria de saber, entre outros assuntos, como um reles primata se tornou governante do planeta Terra, capaz de dividir átomos, viajar à Lua e manipular o código genético da vida.

Sharing is caring

Gilberto Fontes
Gilberto Fontes
Repórter do cotidiano iniciou na Tribuna da Imprensa, depois atuou nos jornais O Dia, O Fluminense (onde foi chefe de reportagem e editor), Jornal do Brasil e O Globo (como editor da Rio e dos Jornais de Bairro). É autor do livro “50 anos de vida – Uma história de amor” (sobre a Pestalozzi), além de editar livros de outros autores da cidade.
|