New here? Register. ×
×

Obra malfeita agora ferra São Francisco

Escrito por Gilson Monteiro às 11:36 do dia 27 de maio de 2019
Sobre: TransOceânica
27maio

Para criar uma faixa seletiva para os ônibus da Transoceânica, a prefeitura de Niterói acabou agora com o estacionamento de carros na orla de São Francisco, causando um prejuízo enorme ao comércio local, que teme fechar as portas como já aconteceu com três restaurantes de Charitas. Como faz tudo sem estudo, planejamento, previsão ou pesquisa, a atual administração municipal tira a roupa de um santo para vestir o outro.

A medida é uma tentativa da secretaria de Transportes para reduzir o tempo de viagem dos ônibus que seguem da Região Oceânica para o Centro de Niterói, passando pelo túnel Charitas-Cafubá, que é de uma hora e meia, o mesmo dos ônibus que fazem o trajeto antigo, pelo Largo da Batalha.   

Representantes do Polo Gastronômico de São Francisco alertam que a extinção das vagas de estacionamento na orla vai impactar seriamente o comércio local, formado não apenas por 18 bares e restaurantes, mas também por um mercado e uma farmácia que empregam cerca de mil funcionários, sem contar com os empregos indiretos que superam a marca de três mil profissionais.

Para facilitar o tráfego das novas linhas de ônibus que vêm do Cafubá pelo túnel a prefeitura já havia limitado o estacionamento em Charitas a dois horários, proibindo parar nas vagas de estacionamento das avenidas Sílvio Picanço e Quintino Bocaiúva da meia-noite às 11h, no sentido Icaraí. Na direção contrária, a proibição é das 17h às 21h. Com isso, a prefeitura quebrou três restaurantes: o Casa do Caranguejo, o Belle Ville  e, recentemente, o Bar e Restaurante Itália.

Agora os comerciantes de São Francisco foram surpreendidos por um batalhão de guardas municipais e agentes de trânsito na pista da Quintino Bocaiuva proibindo, desde sexta-feira (25/05) o estacionamento em toda a orla. E também já começaram a multar e rebocar carros que parem nas vagas que serviam aos fregueses dos restaurantes.  

Quem anda de carro ou de ônibus, sabe que o gargalo do trânsito que chega pelo túnel do Cafubá está numa curva que vai do Posto da BR, em Charitas, até a Praça do Lido. O alargamento e a correção dessa curva, que evitaria o congestionamento, no entanto, esbarra no fato de que não se pode demolir o morro onde está a Igreja de São Francisco, tombada pelo Patrimônio Histórico.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

28 thoughts on “Obra malfeita agora ferra São Francisco

  1. Quem manda em Niterói são as empresas de ônibus + ccr.
    Vide o motivo da prisão do melancia.
    Melancia está estruturando com 50 secretarias para eleger seu sucessor.
    Ja viran qts pelegos ele tem que defende ele??? Todos com uma boquinha na pmn

  2. Isto não é a verdade dos fatos. A faixa só é das 6h as 12h para dar prioridade ao transporte coletivo na cidade. Neste horário nunca teve movimento nos bares.
    Uma cidade tem que ser planejadas para todos e não para um único segmento de mercado.

  3. Tudo isso porque o fanfarrão não cumpre o que promete! Bastava ter a barca em Charitas com a tarifa social e milhares de carros não iriam mais para o centro de Niteroi. E ainda fica um monte de puxa saco atrás do presidiário! Quer mais o que!
    Outra, não precisa para dentro do restaurante né, para nas ruas ao lado! Fala serio!

  4. E a tão prometida BARCA SOCIAL ligando Charitas ao Rio, qual a dificuldade de implantação; se já era pevista ainda na fase de projeto conceitual? Sem contar que qualquer estudo se viabilidade irá atestar o impacto que essa ação irá causar no trânsito de Niterói, evitando que a grande maioria dos usuários tenha que se deslocar até o centro de Niterói devido a cara tarifa cobrada em Charitas. Essa ação deveria ser tomada antes de qualquer NOVA obra de infraestrutura, se o interesse for realmente SOCIAL!

    1. Lamentável a visão pequena, míope e despreparada destes articuladores de trânsito e estacionamentos em Niterói.
      Com a construção do túnel Charitas Cafubá, quadruplicou o volume de veículos por minuto que chegam ao túnel São Francisco Icaraí. Claro que não dá vazão. Tremenda piora para os moradores de São Francisco e todos os demais que buscam este único caminho, incluindo os da própria região oceânica.
      Novas opções existem, como uma mão invertida pela Estrada Froes no horário do pico. Outras várias podem ser criadas.
      Agora mais um problema complicado.
      Com a proibição de estacionamento na orla de São Francisco e jogando os carros para estacionar nas ruas internas lá se foram os carros, os flanelinhas e outros para a frente das residências nas ruas internas.
      Nas ruas principais do bairro é obrigatório pagar para estacionar. Sabe pra quem? Para a prefeitura só 2%.
      Hoje para estacionar próximo à minha residência onde uso há mais de 30 anos, tive que pagar ao flanelinha. Tentei pedir intermediação da polícia ou de um agente público. Estes não existem.vou ter que enfrentar isso todo dia.
      Resumo, os administradores desta cidade não resolvem os desafios públicos, criam irresponsavelmente cada vez mais problemas e dificuldades para a população.

  5. Enquanto o pessoal briga por vaguinhas de estacionamento, durante o horário do rush, o q é um absurdo, informo q o Prefeitinho vai alargar a Marques do Paraná apenas entre a Miguel de Frias e o Rio Cricket, enquanto isso a Jansen de Melo não será alargada do Mergulhão até os Bombeiros e o caos diário em todos os horários na Contorno até o Gradim na BR-101, na Beijamin Constant a partir do Tio Sam e no viaduto do final da Alameda, e às vezes chegando até ela vai, continuar.

  6. Demorou foi muito pra isso acontecer, independente da via exclusiva para o ônibus, sempre houve um gargalo naquele trecho, carros dos dois lados da via. O que não falta é rua transversal para estacionar. O direito da maioria e do transporte público deve prevalecer, eu tenho filho pequeno, frequento a orla de carro e não me importo de fazer uma caminhada pra isso.

  7. Excelente decisao!
    Um absurdo o estacionamento nos dois lados das vias de ir e vir!
    Adionalemtne deveria demolir aquela rotatoria e deixar o retorno para ser feito mais a frente, ai sim acabaria com o engarrafamento.
    E deveria ser feito um tunel ate a entrada da ponte ou Amaral Peixoto!
    O problema tambem se da por aquele sinal ridiculo que fizeram no rio cricket por causa dos predios que construiram por ali

  8. Se a prefeitura fizesse o VLT como prometido, nao precisariamos sair de carro, mas como sempre tenta akudar oa amigos dos onibus ai so fazem cagada atras de cagada e todo mundo paga o pato. Menos os empresarioa de onibus e amigos empreiteiros.

  9. Total falta de planejamento,desde sempre.
    O atual prefeito paga, por estar fazendo. Deveria fazer melhor.
    Uma imbecilidade que a cidade e cidadãos TÊM que juntoa corrigir, está se realizando ali, agora:
    como pode ser o fato de as linhas 32 e 33 seguirem exatamente no mesmo trilho, e muitas das vezes, com ônibus vazios, da praça da igrejinha ao terminal? E vice versa?
    Os que vêm da RO, repetem os trilhos desde Charitas até o Antônio Pedro, do 62. E do Mcdonald até o terminal, de diversas linhas que passaram pelo Largo da Batalha, muitas das vezes, vazios?
    O poder das empresas de ônibus é que determina a forma de remuneração dos assentos oferecidos e por isso os ônibus andam vazios.
    TUDO, MAS TUDO MESMO, tem que ser revisto!!!

  10. Dezenas de comércios fecharam as portas na estrada de Itaipu por causa dessa obra superfaturada (transoceânica). Foram 4 anos de caos, onde moradores foram prejudicados e comerciantes faliram. Este prefeito é um ditador covarde. precisamos que as autoridades se manifestem e prendam o prefeito de uma vez por todas.

  11. Com essa antipática medida adotada pela Prefeitura, fica, cada vez mais difícil achar uma vaga para estacionar em Niterói, uma pena, eu mesma encontro sempre dificuldade quando quero passear na minha terra!!

  12. Esse prefeito é um criminoso, irresponsável, não sabe administrar nem fazer obras. Tudo sem planejamento, sem consultar a população, o comércio, deu nisso: nó no trânsito, falência, falta de empregos, e ele inaugurando, sorrindo para câmeras, pensando nas próximas eleições e nas próximas licitações.

  13. Não me lembro qual foi o prefeito que invés de pensar com o bolso, pensou com a cabeça para ajudar Niterói, será que é tão dificil escolher um prefeito comprometido com a cidade? Com a palavra o povo de Niteroi que nos ultimos 20 anos so escolheu bandidos para governar a cidade.

  14. E os ônibus da Transoceânica que já saem do terminal no centro da cidade cheios? Ninguém fala nada?

    Ai o otariano que paga caro para atravessar a Baia num catamarã caro tem que ir em pé no ônibus até Itaipu porque a prefeitura simplesmente tirou o 38b de circulação. Ou alguém acha que o povo que pega o ônibus no Terminal vai descer antes da Av. Central?

  15. Tem tantas ruas laterais, porque não parar nelas? Quando se esta no bar nem reparam nos carros, qual a diferença? E , se for segurança, os bares podem pedir para os “trogloditas” que tomam conta da entrada, tb visualizar as ruas de suas imediações para dar segurança aos clientes. Fica bom para as duas partes.

  16. Eu achei espetacular a decisão. Uma balbúrdia absoluta carros parados dos 2 lados da via, isso quando não param no meio da pista da descida e entrada de passageiros , isso é civilizado ?
    Por que eu tenho que parar na porta do restaurante ?
    E sempre a mesma chantagem de que vão fechsr postos de trabalho.
    Eu vou continuar frequentando a orla gastronômica e vou caminhar 100, 200 ou mais metros , acho prazeroso e civilizado fazer isso.

    Ou vou de ônibus, tá fácil agora.

  17. A transoceanica vem quebrando comercios a muitos anos. Na Região Oceânica, a quebradeira foi geral. Vários comercios fecharam e muitas lojas com placa da aluguel. Acho que o real motivo para esses ônibus que passam pelo túnel, agora fazerem o trajeto até o centro, é que a princípio, foi prometido aos cidadãos uma travessia por Charitas até o Rio com preços populares, como não passou de mais uma promessa não cumprida, resolveram amenizar a situação, esticando as linhas até o Centro de Niterói. Essa obra é um verdadeiro show de improvisos, onde nós moradores, pagamos pelas confusões criadas pela falta de planejamento e organização.

    1. Em relação a Tarifa Social, um Projeto de Lei do nosso futuro Prefeito Flávio Serafini, ela foi aprovada na ALERJ, vetada por Pezão e o veto foi DERRUBADO, a Lei foi promulgada pela Mesa Diretora da ALERJ, e, quando ia entrar em funcionamento foi questionada judicialmente, acho q pela CCR, e está até hoje parada no trâmites do Judiciário, Flávio Serafini fez brilhantemente a parte q lhe cabia, agora cabe ao Judiciário consolidar isso.

  18. É no que dá a população votar nesses abutres. Nada é estudado ou planejado para a melhoria da cidade. O centro, um caos e a prefeitura nem toma conhecimento; São Francisco e Charitas, sem uma infra estrutura adequada para atender a população local, pois a falta de um comércio decente, a falta de hospital (só tem uma maternidade), enfim, toda a cidade sofre com o descaso e comprometimento que um gestor deveria ter.

Comments are closed.

Menu