New here? Register. ×
×

Obra interminável fecha loja em Itaipu

Escrito por Gilson Monteiro às 14:47 do dia 12 de julho de 2017
Sobre: TransOceânica
12jul

A mal planejada obra da Transoceânica, que agora tem seu prazo de conclusão adiado para novembro de 2018, provoca mais uma baixa no comércio local. O bazar A Pioneira, que fica em frente à padaria Versailles, na Estrada Francisco da Cruz Nunes, em Itaipu, vai fechar as portas este mês, depois que liquidar todo o estoque com 50% de desconto.

O comércio local tem sofrido não apenas durante a obra, mas também depois que cada trecho fica pronto, já que a via auxiliar deixou de existir, passando a funcionar como uma via rápida. Mais de 70% de vagas de estacionamento foram eliminadas prejudicando o acesso de fregueses às lojas.

No caso do bazar, as obras começaram na semana do Dia das Mães, segunda data mais importante para o comércio, depois do Natal, quando ficaram fechados todos os acessos a essa loja e as outras vizinhas.

O consórcio que executa a obra que deveria estar concluída em 2016 ganhou novo prazo para entrega-la até novembro de 2018, segundo termo aditivo ao contrato publicado em maio último pela prefeitura de Niterói. O valor inicial do projeto, orçado em R$ 310 milhões, devido a sete aditivos, já chega a R$ 417,6 milhões.

Fim de uma vida de trabalho

A Pioneira, aberta há 20 anos pelo casal Maria dos Prazeres e Luiz Carlos Cardoso, ele aposentado da antiga Cerj e ela professora primária. O negócio,  além de ser fonte de sustento para eles tem também um fator sentimental muito forte, pois funciona como terapia para a mulher enfrentar um câncer, como conta o filho Luiz Felipe Cardoso.

— O fechamento provocado principalmente pela queda no movimento do comércio causado pela obra da Transoceânica está sendo muito triste para minha mãe. Ela sente como se estivesse perdendo alguém da família – diz o filho.

O pai, hoje com 59 anos, entrou como office boy na antiga Cerj e saiu de lá aposentado. A mãe, 63 anos, iniciou a vida como professora, migrou para ser consultora de uma empresa francesa de cosméticos, até surgir o câncer de intestino em 1997. Neste ano, mudaram de Icarai para Itaipu, em busca de uma melhor qualidade de vida.

— Nesta mesma época, com o real supervalorizado surgiu a oportunidade de abrir a primeira loja de R$ 1,99 em Itaboraí, e logo após, a loja de Itaipu. Chegaram a ter várias lojas em Piratininga, Santa Rosa, Icaraí e Rio de Janeiro. Com a desvalorização da moeda, o mercado foi mudando, as mercadorias ficando mais caras, as lojas de R$ 1,99 fechando uma a uma… A única que resistiu foi a de Itaipu que foi sendo modificada em um bazar com brinquedos, ferramentas, utilidades, decoração e outros itens de bazar – conta Luiz Felipe.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

6 thoughts on “Obra interminável fecha loja em Itaipu

  1. Nunca esquecerei daquele sábado em setembro/2012, época de campanha eleitoral em Niterói. Rodrigo Neves fazia uma “caminhada” na Região Oceânica, e eu tentava estacionar meu carro para ir ao comércio. Normalmente já era tarefa complicada em um sábado de manhã, e estava bem pior aquele dia por causa do “comício” do candidato. Aproveitei pra falar com ele sobre o assunto:

    – O que o senhor pretende fazer para melhorar essa situação na Francisco da Cruz Nunes? O estacionamento no comércio é escasso, e a manobra dos carros na via auxiliar é perigosa.

    – Vou fazer a TransOceânica, ligando o Engenho do Mato e Charitas, com túnel, BHLS, blá, blá, blá.

    – Tá bom, mas e sobre essa dificuldade de estacionamento no comércio? Tá vendo essa confusão aqui? É sempre assim.

    – Vou fazer a TransOceânica, túnel, BHLS, blá, blá, blá.

    Ainda tentei perguntar pela terceira vez. Ele só queria saber de ligar o Engenho do Mato a Charitas, sem se importar com o que estivesse no meio do caminho. Ainda tenho esperança que ele perceba o erro, ouça as reclamações, conserte os problemas.

    1. Obrigada querido!
      Enfim somos reféns deste trem desgovernado, em que se tornou nosso país, nosso Estado, enfim nossa cidade!
      Os outros fazem as trapalhadas e eu morro de vergonha, por tanto desgoverno!
      Abraços!

  2. Fim da via auxiliar prejudicando comércio e escolas, não é possível mais retornar a rótula do Cafubá (ou seja, não é mais rótula), Av. 6 com uma só faixa p/ carro levando o fluxo do túnel todo para a Av. 7 que, além da calçada sem conservação (e isso quando tem calçada) e ter poucos sinais de pedestres, alaga e desce terra na via, vias de acesso ao túnel passando por ruas residenciais em vez de continuar pela Av. 6 e 7, inexistência de linhas de ônibus p/ o Centro via túnel, diminuição dos retornos p/ carros (existem trechos em Piratininga que para você ir para o outro lado da rua tem que retornar no DPO do Cafubá), estreitamento da via (em alguns pontos não dá para andar ao lado de ônibus/caminhão) piso tátil mal colocado, rampas de acesso desniveladas, ciclofaixa em cima da calçada, remendo de novas calçadas com as antigas causando poças e inacessibilidade, retirada das árvores sem replantio no mesmo local (só se vê cimento), semáforos em local inapropriado nas ruas entre a rótula do Cafubá e Multicenter e por aí vai…

    O jeito é esperar outro prefeito que tente consertar a lambança pq se dependermos desse que está aí, vai é piorar.

    1. Excelente resumo dos vários problemas da obra. Procuro ser compreensivo, ressaltar os benefícios, ser paciente com os transtornos temporários, mas não dá pra ignorar tantos problemas! E dá pra melhorar muito, com certeza! Na minha opinião deveria cancelar esse corredor exclusivo de ônibus, só isso já resolveria a maioria dos problemas. Mas mesmo se mantiver o corredor, dá pra resolver também.

  3. Uma perda lamentável para mais um casal de amigos e moradores da região…Forte abraço a amiga Prazeres e sucesso em sua empreiitada.

Comments are closed.

Menu