New here? Register. ×
×

Niterói vai ter segundo turno

Escrito por Gilberto Fontes às 21:10 do dia 2 de outubro de 2016
Sobre: Eleições 2016 / Niterói
02out

Rodrigo Neves e Felipe Peixoto, na foto ainda quando eram secretários do governador Sergio Cabral, vão disputar o segundo turno em Niterói

As pesquisas eleitorais erraram como era de se esperar, o resultado das eleições em Niterói. O ex-petista Rodrigo Neves (PV) não se reelegeu em primeiro turno (109.531 votos). Vai disputar o segundo turno com Felipe Peixoto (PSB), que teve 70.065 votos. O deputado estadual Flavio Serafini (PSOL) ficou em terceiro, com 47.069 votos. Dani Bornia (PSTU) ficou em quarto, com apenas 1.612 votos.

Na votação para prefeito de Niterói, o TRE-RJ computou como válidos 75% dos votos, tendo registrado uma abstenção de  18 por cento do eleitorado (66.872); mais 19.228 votos em branco (6,32%) e 56.581 nulos (16%).

Para a Câmara Municipal 13 vereadores foram reeleitos e dentre os oito restantes, cinco disputaram uma eleição pela primeira vez. O PT ficou com apenas uma cadeira (Veronica Lima, reeleita), enquanto o Renatinho da Oficina (PTB, coligado com o PT) tirou o lugar do candidato do prefeito Rodrigo Neves, Bira Marques. O Solidariedade fez a maior bancada reelegendo Paulo Bagueira, Emanuel Rocha e Andrigo, seguido do PMDB, com Rodrigo Farah e Beto da Pipa.

O PSOL perdeu uma vaga, mas fez os dois vereadores mais votados: a novata Taliria Petrone (5.121) e Paulo Eduardo Gomes (5.083). A líder feminista Taliria era funcionária do gabinete do psolista Henrique Vieira e deixou o chefe na primeira suplência. Com sua eleição, já são esperados movimentados debates com outro novato na política de Niterói, Carlos Jordy (2.368 votos) correligionário do polêmico deputado Jair Bolsonaro.

O pastor Ricardo Evangelista conquistou uma cadeira pela coligação de seu partido, PRB, com o PDT, que também fez um vereador ao reeleger Renato Cariello. O ex-secretário de Desenvolvimento de Niterói, Fabiano Gonçalves (PRB) perdeu por um voto para Evangelista (3.009).

Pelo PSDB (coligado com o PSC de Bolsonaro), Bruno Lessa foi reconduzido à Câmara (4.298 votos). Também foram reeleitos Luiz Carlos Gallo (PSL); Milton Cal (PP); Rodrigo Farah (PMDB); Beto da Pipa (PMDB) Leonardo Giordano (PCdoB); e Carlos Macedo (PRP).

Concorrendo pela primeira vez, foram eleitos, além de Taliria, Renatinho da Oficina, Evangelista e Jordy, os candidatos Leandro Portugal (PV); Sandro Araújo (PPS); João Gustavo (PHS) e Dr. Paulo Velasco (PTdoB).

Clique no link resultado-cam para conhecer o mapa final do TRE-RJ.

Sharing is caring

Gilberto Fontes
Gilberto Fontes
Repórter do cotidiano iniciou na Tribuna da Imprensa, depois atuou nos jornais O Dia, O Fluminense (onde foi chefe de reportagem e editor), Jornal do Brasil e O Globo (como editor da Rio e dos Jornais de Bairro). É autor do livro “50 anos de vida – Uma história de amor” (sobre a Pestalozzi), além de editar livros de outros autores da cidade.
|

One thought on “Niterói vai ter segundo turno

  1. Entra ano, sai ano, entra eleições, sai eleições e a “mulambada” é sempre a mesma. Votos comprados, votos de cabresto, biquinhas, promessas de emprego, assessorias nos gabinetes e por aí vai. E os serviços básicos necessários à qualidade de vida de nós, que aqui nascemos e moramos, é a mesmíssima merda que estamos carecas de saber.

Comments are closed.