New here? Register. ×
×

Muita festa para pouca vacina contra o coronavírus no Estado do Rio de Janeiro

Escrito por Gilberto Fontes às 09:43 do dia 19 de janeiro de 2021
Sobre: Imunização no ar
19jan
vacina

Caminhão chega com caixas da vacina Coronavac ao Centro de Distribuição da Secretaria Estadual de Saúde, em Niterói

Niterói distribuiu nesta manhã as poucas doses que o Estado do Rio de Janeiro, dispõem para os 92 municípios imunizarem profissionais de saúde e idosos. Cinco helicópteros da PM, Polícia Civil e Bombeiros, além de caminhões e vans deixaram a ex-capital fluminense com destino a cidades do interior.

Um experiente médico sanitarista adverte que “tudo o que começa com “oba, oba” acaba em “epa, epa”. Apesar de poucas, as doses de CoronaVac entregues aos municípios estão sendo suficientes para muitas prefeituras fazerem a festa. Prefeitos procuram ficar bem na foto ao lado de profissionais de saúde e de idosos vacinados. A população, no entanto, ainda vai ter que esperar muito pela imunização.

vacinaO Estado do Rio recebeu do Ministério da Saúde 487.430 doses, sendo 231.840 para a capital e 155.400 para os demais 91 municípios. Em Niterói ficaram 23.240; para São Gonçalo, 27.590; e Maricá, 4.270. O Ministério da Saúde ainda não sabe quando os Institutos Butantã e Fiocruz conseguirão iniciar a produção em escala, pois dependem de liberação pela China da exportação do IFA (Ingrediente farmacêutico ativo).

Alvo de frequentes críticas da família presidencial, o país asiático é o maior produtor mundial de insumos farmacêuticos. A liberação do ingrediente necessário para a produção das vacinas da Oxford/Astrazeneca e da Sinovac está dependendo de despachos burocráticos por autoridades chinesas.

Quantas doses estão recebendo os municípios fluminenses

Sharing is caring

Gilberto Fontes
Gilberto Fontes
Repórter do cotidiano iniciou na Tribuna da Imprensa, depois atuou nos jornais O Dia, O Fluminense (onde foi chefe de reportagem e editor), Jornal do Brasil e O Globo (como editor da Rio e dos Jornais de Bairro). É autor do livro “50 anos de vida – Uma história de amor” (sobre a Pestalozzi), além de editar livros de outros autores da cidade.
|