New here? Register. ×
×

Monsenhor Elídio, o padre obreiro, faz 57 anos de sacerdócio em Niterói

Escrito por Gilson Monteiro às 07:47 do dia 20 de julho de 2021
Sobre: Evangelizador
  • Monsenhor Elídio, arcebispo Dom José Francisco e o vigário geral Carmine Pascale
20jul

Monsenhor Elídio, arcebispo Dom José Francisco e o vigário geral Carmine PascaleMonsenhor Elídio Robaina, 88 anos, considerado o padre dos pobres e o maior obreiro da igreja católica em Niterói, acaba de celebrar 57 anos de ordenação. Nesta segunda-feira à tarde (19/07), recebeu em sua casa no alto de São Lourenço, a visita do arcebispo Dom José Francisco e do padre Carmine Pascale, vigário geral da Arquidiocese, que foram abraçá-lo em reconhecimento a sua trajetória de evangelizador (foto).

– São muitas décadas de vida dedicadas ao sacerdócio com um trabalho de misericórdia divina e amor às pessoas, principalmente as mais necessitadas – disse Dom José Francisco, ao se despedir do monsenhor Elídio no portão da residência.

Monsenhor Elídio, reitor da capela de São Lucas, devido ao isolamento causado pela Covid-19, vem rezando missas diariamente no altar de sua casa, enviando mensagens de fé e de esperança aos fiéis.

– Graças a Deus espero em breve poder voltar às minhas atividades eclesiásticas na igreja, suspensas há um ano e quatro meses, obedecendo as medidas de isolamento preconizadas pelas autoridades sanitárias – diz o padre emocionado e com lágrimas nos olhos.

Monsenhor Elidio é considerado um dos maiores obreiros da cidade. Reformou e restaurou todas as igrejas das paróquias onde passou. Abriu creches e manteve obras sociais. Construiu a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, na Boa Viagem. Recentemente promoveu a revitalização da Capela de São Lucas, que fica em Icaraí, nos fundos da Casa do Médico. O projeto de reforma e ampliação do templo erguido  há mais de 50 anos, foi assinado pelo arquiteto Marcio Franco da Cruz. A fachada da capela deverá receber, ainda, uma marquise de vidro para não impedir a visão dos traços do prédio em formato de duas mãos em oração. Esse novo espaço pergolado foi projetado para casamentos e outras cerimônias.

Que Deus dê muita saúde a Monsenhor Elídio para continuar em sua vocação e missão de fazer o bem.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

3 thoughts on “Monsenhor Elídio, o padre obreiro, faz 57 anos de sacerdócio em Niterói

  1. Prezado Monsenhor Elídio, a sua bênção!
    O Senhor, em maio de 1985,celebrou meu casamento e em outubro de 1986, batizou meu filho.
    Deus o abençoe fortemente com muita saúde para seguir com sua missão em fazer o bem,principalmente aos mais necessitados.
    🙏🙌📿

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *