New here? Register. ×
×

Médico diz como evitar complicações com aumento de Covid e Influenza

Escrito por Gilson Monteiro às 18:42 do dia 6 de janeiro de 2022
Sobre: Cuidados clínicos
06jan
A tosse seca pode ser um sintoma de gripe a ser avaliado por um médico

Para evitar complicações com o aumento de casos de Covid e de Influenza no país, o clínico geral Agnaldo Zagne, ex-secretário de Saúde de Niterói e professor da UFF, recomenda que as pessoas com sintomas de gripe fiquem atentas ao desenvolvimento da doença. Caso evolua, devem procurar um serviço médico para fazer o teste.

A testagem vai discernir a doença, para saber se o paciente está com gripe ou Covid, cujos sintomas são parecidos. O importante é evitar complicações como sinusite, oitite e pneumonia, diz o médico. Para enfrentar a Covid e a Influenza, o melhor remédio continua sendo também o uso de máscaras adequadas e o distanciamento social. Zagne ressalta que o medicamento indicado para as primeiras 48 horas de casos gripais é o Tamiflu 75 mg (fosfato de oseltamivir).

A ação do fosfato de oseltamivir reduz a multiplicação dos vírus da gripe, inibindo a propagação da doença. A grande procura por esse remédio, porém, já o fez sumir das prateleiras das farmácias. Uma caixa com 10 cápsulas, para o tratamento de cinco dias, sai por cerca de R$ 250,00.

A consulta médica, porém, é imprescindível. Somente o clínico saberá avaliar a situação de cada paciente e prescrever o medicamento correto. Zagne lembra que a epidemia de Influenza coincide com a disseminação da variante Ômicron, da Covid-19. Por isso, além das medidas protetivas não farmacológicas (uso de máscara, lavagem das mãos etc), a aplicação de testes é importante.

Continue lendo após a publicidade

Quem testar positivo para Covid deve cumprir um período de isolamento, de cerca de duas semanas, até novo teste apresentar resultado negativo. A infecção varia de pessoa para pessoa, com sintomas que podem ser de tosse seca, febre, cansaço, coriza e dores pelo corpo.

– A Covid juntamente com a gripe é um problema sério. Mesmo com grande parte da população vacinada e com a doença aparecendo de forma mais branda, é preciso acompanhar os casos de perto para não surgirem complicações respiratórias – diz o doutor Zagne.

Clínico geral, autêntico médico de família em grande atividade, Agnaldo Zagne acumula uma experiência de décadas a serviço da Medicina. De maletinha nas mãos atende pacientes desde os tempos do Antônio Pedro, onde foi residente, médico e professor da UFF. No Hospital Orêncio de Freitas dirigiu por anos o Serviço de Clínica Médica.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

2 thoughts on “Médico diz como evitar complicações com aumento de Covid e Influenza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *