New here? Register. ×
×

Jornalista niteroiense morre quando fazia uma caminhada na Praia de Icaraí

Escrito por Gilson Monteiro às 15:29 do dia 4 de maio de 2022
Sobre: Obituário
  • Julio Vasco
04maio
Julio Vasco
Julio Vasco era ligado aos movimentos culturais de Niterói

O jornalista niteroiense Júlio Vasco Guimarâes, 58 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (04/05) quando fazia uma caminhada no calçadão da Praia de Icaraí, na Zona Sul de Niterói. Ele estava acompanhado pela esposa, a também jornalista Sandra Duarte, quando por volta das 10h30m se sentiu mal e caiu no chão. O casal estava em frente à Rua Oswaldo Cruz. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local e constatou o óbito.

O velório será a partir das 12h45m desta quinta-feira (05/05), no Cemitério Parque da Colina (capela 3), em Pendotiba. O sepultamento está marcado para às 14h45m.

Filho da professora Jassiva Guimarães da Costa e do ex-secretário geral da Caixa Econômica Federal em Niterói Vasco Rodrigues da Costa, Júlio Vasco era ligado aos movimentos culturais da cidade. Atencioso e prestativo, tinha uma assessoria de imprensa com vários clientes, dentre eles o Sindicato dos Lojistas de Niterói (SindLojas), mantendo sempre os colegas jornalistas informados sobre o que estava ocorrendo com o mundo do comércio.

Charbel Tauil, presidente do SindLojas, lamentou a morte do jornalista que, com sua divulgação competente, ajudou a promover o comércio lojista niteroiense e difundir suas causas na imprensa e nas redes sociais.

“Estamos de luto com a perda de Vasco, um amigo que estava sempre junto nos momentos de luta da classe lojista e uma perda para o jornalismo fluminense”, disse Tauil.

Mário Souza, presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, também emitiu nota comunicando e lamentando a morte do colega. “Ele era um profissional de Jornalismo e um intelectual muito querido e respeitado em Niterói e no Estado do Rio de Janeiro.  Por onde passou deixou a marca do seu talento, da sua inteligência e ética. Nossos sentimentos, do Sindicato e todos os Diretores a sua família, a Sandra Duarte e o filho Arthur”, escreveu Mário Sousa.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

4 thoughts on “Jornalista niteroiense morre quando fazia uma caminhada na Praia de Icaraí

  1. Estou consternado com a notícia do falecimento do Ilustre Julio Vasques. Uma pessoa finíssima, um grande Jornalista que fará falta para a nossa Imprensa. Meus sentimentos aos familiares e amigos.

    1. Lamentável o ocorrido, pessoa de fino trato e um profissional exemplar. Meus sinceros sentimentos aos familiares e amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *