New here? Register. ×
×

Fiscalização sanitária não vê bancos descumprindo normas em Niterói

Escrito por Gilson Monteiro às 14:15 do dia 6 de agosto de 2020
Sobre: Sem álcool
  • bancos
06ago

bancosA fiscalização da Prefeitura de Niterói, rigorosa com o comércio que ficou parado mais de quatro meses, deveria ser também eficiente na exigência de normas sanitárias daqueles que não fecharam e permaneceram lucrando o tempo todo, como os bancos.

A reclamação é geral de clientes e de quem precisa usar uma agência para efetuar algum pagamento. O banco Itaú é recordista em queixas. Sua agência do Ingá, a 4566, está fechada desde março.

“O Itaú da Gavião Peixoto, na parte dos caixas automáticos, onde o movimento é grande, não tem nenhum tipo de controle ou de higienização (ninguém na porta medindo temperatura ou organizando filas, não há nenhum dispenser de álcool. Tive que ir à agência hoje pela manhã, pela segunda vez, desde o início da pandemia, e o cenário é o mesmo. Um absurdo,”, escreve uma cliente à Coluna.

Contra o Bradesco a reclamação é a de que a agência da Avenida Amaral Peixoto só tem um caixa e um gerente para atender a todos.

A Caixa Econômica dá um bom exemplo na agência de São Francisco, que é higienizada à noite para atender o público no dia seguinte.

Outra reclamação, essa contra todos bancos, é que nos fins de semana os caixas eletrônicos estão sempre fora do ar.

O Itaú, que no ano passado teve o lucro robusto de R$ 28,4 bilhões, deveria colocar funcionário medindo a temperatura e oferecendo álcool gel nos caixas eletrônicos, pelo menos na hora do expediente bancário, para proteção de seus clientes e de quem procura o banco por alguma necessidade.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

4 thoughts on “Fiscalização sanitária não vê bancos descumprindo normas em Niterói

  1. Na minha (nada!) modesta opinião, reclamar de Bancos é perda de tempo. Desde sempre esses conglomerados são quase donos do mundo; no Brasil, eu diria que o são completamente. Qualquer que seja o governo e sua ideologia – não importa se de esquerda, centro ou direita!, os banqueiros enriquecem mais e mais, a revelia das necessidades sociais. Então…

  2. Santander
    Alameda São Boaventura… Fonseca/Niterói, sem controle de pessoas que entram para os caixas eletrônicos, sem Dispenser, uma falta de respeito total e completa com os clientes.

  3. Verdade segunda feira dia 03/08/2020 o Banco ITAÚ, do largo da batalha -Niterói Agência 7177,não houve expediente, devido a contaminação por covid 19,ter contaminado vários funcionário,ne oo caixa eletrônico funcionou

    1. Tanto funcionou que eu fiz um depósito no caixa eletrônico segunda a tarde .
      Total descaso com os clientes,pois se havia suspeita de contaminação teria que ter interditado até o caixa eletrônico .

Comments are closed.

Menu