New here? Register. ×
×

Complexo hospitalar cresce em Niterói

Escrito por Gilson Monteiro às 08:00 do dia 6 de novembro de 2016
Sobre: Mais leitos
06nov

A diretora Ilza Fellows (à esq.) visita as obras de expansão do CHN / Foto: DivulgaçãoNa contramão da crise da saúde, que fez hospitais fechar em Niterói, o CHN (Complexo Hospitalar de Niterói) está em expansão e terá a potencialidade de disponibilizar 450 leitos a partir do primeiro trimestre de 2017, tornando-se o maior conglomerado de saúde da região Leste Fluminense.

Segundo Ilza Fellows, diretora geral do CHN, “a mudança começou após o entendimento de que não se tratava de apenas um só hospital, mas sim, um complexo, no qual todas as especialidades se complementam e estão em constante crescimento como cardiovascular, materno-infantil, neurointensivo, transplantes e oncologia.”

Hoje, operando com 257 leitos em 17 mil metros quadrados de área construída no Centro da cidade, o CHN conta com um grande projeto de ampliação.

— Nosso potencial de atendimentos na Emergência (adulto/pediátrico/obstétrica) pulará de 12 mil para 20 mil casos por mês. O centro cirúrgico passará de 11 salas para 18 salas cirúrgicas e o número de leitos, que hoje somam 257, irá para 450 leitos, incluindo a expansão de leitos dedicados ao setor de transplantes — afirma a diretora.

De acordo com o cronograma de obras, uma parte da Unidade IV será entregue no primeiro trimestre de 2017 com mais 45 novos leitos; além de uma nova Emergência para adultos e crianças; um Serviço de Imagem e três andares de área de estacionamento. No segundo semestre de 2017, mais 30 leitos de transplantes e novas UTIs.

Em 2018, o CNH inaugura as unidades V e VI, com um moderno Centro de Diagnósticos, Day Clinic, Centro de Infusão e Consultórios de Apoio, mais Main entrance, auditório e back office, somando um aporte de mais de R$ 40 milhões em novos investimentos. Ao final, o CHN terá um total de 47.800 metros quadrados de área construída.

O CHN destaca-se na região e no Estado como referência em medicina de alta complexidade, principalmente em transplantes, sendo o único hospital privado quaternário do Leste Fluminense liderando o ranking como hospital que mais realiza transplantes de medula no Estado. Como resultado, em junho deste ano, o CHN foi credenciado pelo Sistema Nacional de Transplantes, do Ministério da Saúde, para sua sexta modalidade de transplante, a realização de transplante de medula óssea alogênico não aparentado e haploidêntico.

Além dessas modalidades, o CHN executa transplantes renais de um doador vivo ou falecido e ainda transplante renal em bloco; transplante de tecidos musculoesqueléticos – que incluem ossos, tendões, meniscos e cartilagens – e transplantes de medula óssea autólogo e alogênico aparentado. O complexo hospitalar tem certificação, em nível 3, da Organização Nacional de Acreditação (ONA), que atesta sua segurança e qualidade na assistência. E está em processo da certificação canadense Qmentum.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

3 thoughts on “Complexo hospitalar cresce em Niterói

  1. Parabéns à equipe do CHN que nos dá exemplo de que é possível com comprometimento fazer um trabalho de qualidade em uma área que cada vez mais exige competência extraordinária para administrar altos custos. E como bem dito na matéria na contramão do que vem acontecendo…

  2. Parabéns Niteroi ccarece de bons hospitais e espero que tenham investimento tambem nninba qualificação dos profissionais nao esquecendo dos médicos

    Quais os planos de saude que vcs atendem?

    Hoje tenho unimed araruama , caso necessário vou mudar p outro que seja aceito na instituição

  3. Pena, que só podem usufruir desse benefícios são poucos pactes de plano. A Unimed só é aceita na emergência pediátrica, além de pagarmos caro pelo plano cada dia que passa temos menos lugares de qualidade p atendimento.

Comments are closed.