New here? Register. ×
×

Campo da primeira partida de futebol é interditado pela prefeitura de Niterói

Escrito por Gilson Monteiro às 13:20 do dia 21 de maio de 2021
Sobre: Em nome da Ciência
  • Campo de futebol interditado
21maio

Campo de futebol interditadoOlha, a ironia do destino. O campo do Rio Cricket, onde há 126 anos um pequeno grupo de ingleses jogou em Niterói a primeira partida de futebol do Estado do Rio de Janeiro, foi interditado no último sábado por fiscais da Secretaria Municipal da Ordem Pública. Diziam os agentes ter recebido uma denúncia anônima, de que ali associados do clube estariam batendo uma bolinha.

Uma falácia, já que depois de a Prefeitura de Niterói pegar área do clube para alargar a Rua Marquês do Paraná, foi colocada uma grade no lugar do muro que havia. Agora, quem passa a pé, de bicicleta, carro ou de ônibus vê tudo o que acontece no gramado do Rio Cricket.

Outra contradição da fiscalização: o campinho de grama sintética continua liberado. Os fiscais se basearam no decreto 14.009/21, publicado em 30/04 pelo prefeito Axel Grael, que “em nome da Ciência”, proíbe a prática do futebol em praias e logradouros públicos (art.15). Só que a mesma medida restritiva permite a prática de esportes coletivos em locais privados, sem fazer nenhuma exceção ao futebol. Vejam o que diz o artigo 16:

Ficam permitidas as atividades de esportes coletivos, que permitam o distanciamento social, em locais privados, tais como escolinhas de lutas, estúdios de dança, treinamento funcional e similares, das 6h às 23h de segunda a sexta-feira, e das 6h às 14h nos sábados, domingos e feriados, a partir do dia 3 de maio de 2021.”

Duas perguntas que os sócios do Rio Cricket fazem ao Comitê Científico da Prefeitura de Niterói, presidido pelo reitor da UFF, Antônio Cláudio: “Onde está o risco de contaminação numa área tão extensa e ao ar livre como o gramado com mais de 100 metros de comprimento? Espremidas dentro de ônibus lotados as pessoas não estariam correndo risco maior de contrair o coronavírus?”

O Rio Cricket tem adotado o estilo rígido inglês para o enfrentamento da pandemia. O clube toma todas as precauções sanitárias. Durante esta semana, a diretoria tentou junto aos mais diversos órgãos do município obter uma explicação para a interdição de seu campo de futebol, sem receber nenhuma resposta da prefeitura.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

9 thoughts on “Campo da primeira partida de futebol é interditado pela prefeitura de Niterói

  1. caramba… mais uma do Axel.. ja tem boato na praça que vai ter lockdow outra vez em junho, alguém ouviu isso??

  2. Quero ver eles irem lá no morro do Castro no Salgueiro e entre outros campos dentro das comunidades fiscalizarem e interditarem os campos

  3. No prédio do CAM (gabinete do prefeito) , no HALL tem mais aglomeração que no imenso campo de futebol do RIO CRICKET. Hipocrisia, né!

  4. É impressionante como o prefeito AXEL GRAEL herdou a falta de inteligência do ex-prefeito Rodrigo Neves; e a prepotência de quem pensa que sabe tudo, mas não sabe nada. Não vai muito longe o Sr. Axel

  5. Já está provado que a prática de atividades físicas é importante para prevenir casos graves da doença. Proibir prática de atividade física, seja ela qual for, é jogar a favor da proliferação do covid. A prefeitura de Niterói e os diretores responsáveis pelo clube são a favor disso?

  6. Com certeza tem gente com interesse particular com isso ! Uma vergonha ! Ou proíbem todos os tipos de futebol , sintético , racha, campo gramado … ou não proíbem nenhum ! Mais uma vergonha da prefeitura e com certeza de alguns poucos sócios com interesses particulares

  7. Prefeito vai fiscalizar os ônibus lotados, ali sim pega covid agora em áreas livres não . Isso é falta do que fazer de quem denunciou e da prefeitura.

  8. O povo foi escravizado pelo medo, caiu em campanha midiática da mídia lixo vendida e agora paga o preço! O pior é ver alguns imbecis que nunca tiveram coragem de denunciar a criminalidade, mas que agora denuncia o comerciante trabalhando, o vizinho praticando esportes e por aí vai! Parece até na época da Alemanha nazista, a onde pessoas denunciavam vizinhos e até parentes, que fossem alvo dos nazistas! Os ditadorezinhos de plantão agora tem carta branca para imporem todo tipo de ordem absurda! Deixaram políticos canalhas se acostumarem com o autoritarismo, e agora aguentem!

Comments are closed.