New here? Register. ×
×

Caftas, quibes e todas as delícias da culinária árabe nas ondas de Itacoatiara

Escrito por Gilson Monteiro às 16:23 do dia 15 de outubro de 2021
Sobre: Sob encomenda
  • culinária árabe em Itacoatiara
15out

culinária árabe em ItacoatiaraO tranquilo bairro de Itacoatiara, na Região Oceânica de Niterói, agitado somente pelas ondas e os jovens surfistas que atrai nos fins de semana, não tem nenhum restaurante aberto. Mas não faltam opções para os amantes da boa gastronomia.

O “Cozinha Romanos” é uma dessas casas não abertas ao público. Ali Tânia Romanos prepara uma culinária árabe autêntica e saborosa, sob encomenda pelo telefone (21) 99568-5390.

O cliente pode pedir desde quibes, esfihas abertas e fechadas de carne, presunto ou ricota temperada; pastas, coalhadas, pastel de forno e croquete de camarão, bolinho de bacalhau e coxinha de galinha.

Os pratos principais são de tirar os keffiyehs (lenços de cabeça): tem o Trigo Grosso com frango, grão de bico e cebola crocante; Arroz com lentilha e cebola crocante; Arroz com Chairye (aletria); Arroz Maklub, com berinjela, carne, grão de bico, especiarias, amêndoas, cebola crocante e castanhas torradas; Charuto de folha de uva.

E mais: cafta; quibe cru; quibe de bandeja; tabule e muitos outros do comensal árabe. A sobremesa é de dar água na boca. O “Atais” pode ser recheado com queijo ou nozes, leva uma calda quente de mel e flor de laranjas.

culinária árabe em ItacoatiaraNa  foto, o quibe cru montado (com carne moída, tabule, coalhada seca e cebola crocante; e o arroz Maklub (com carne, berinjela, especiarias, cebola crocante e amêndoas torradas).

Desde menina, Tania aprendeu os segredos e os temperos com suas vovós Nadima – libanesa que ensinou o toque especial da comida oriental – e Maria, natural de Trajano de Moraes que apresentou os pratos caseiros do interior fluminense. Ela conta com outra ajuda imprescindível. A mãe Edmea, com sua experiência, é considerada pela filha seus braços direito e esquerdo.

Tania cursou Direito, mas seguiu a carreira bancária. Assim que se aposentou como gerente, passou a realizar seu grande sonho, o de poder fazer os pratos da terra dos seus ancestrais com qualidade e requinte. Logo virou uma grande chef sem precisar fazer a Faculdade de Gastronomia.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

2 thoughts on “Caftas, quibes e todas as delícias da culinária árabe nas ondas de Itacoatiara

  1. Sempre foi uma excelente cozinheira de iguarias árabes !
    Muito bom que passou a comercializar seus produtos !
    Seremos fregueses, com certeza !

Comments are closed.