New here? Register. ×
×

Sem merendeira, escola corta aulas

Escrito por Gilson Monteiro às 11:05 do dia 12 de fevereiro de 2019
Sobre: Em São Francisco
12fev

A Umei – Maria Luiza da Cunha Sampaio – escola municipal em São Francisco, Zona Sul de Niterói, está, acreditem, sem o devido funcionamento integral pela falta de uma única merendeira em seus quadros.

Todo o corpo de professores e auxiliares está presente, mas como falta a merendeira para completar as três necessárias ao preparo das quatro refeições de todos os alunos e funcionários da instituição, a escola está dispensando as turmas às 10h.

O departamento de Gestão Escolar da FME informa às mães que houve convocação para professores e professores de apoio. Mas não diz quando isto vai acontecer no caso das merendeiras ou inspetores. Diz apenas que até o fim do mês todas as turmas estarão em período semiparcial. Acrescenta, ainda, que a responsabilidade é do Departamento de Gestão de Pessoas, que é desses incomunicáveis. Um jogo de empurra de dar desgosto na área da Educação.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu