New here? Register. ×
×

Saúde privada se expande em Niterói

Escrito por Gilson Monteiro às 16:22 do dia 12 de agosto de 2019
Sobre: Mais leitos
12ago

A cidade vai ganhar mais 278 leitos com a inauguração da nova unidade da Rede D’Or em Santa Rosa, instalada em duas torres de 16 andares, cada, que ocupam uma área de 42 mil metros quadrados nas esquinas das ruas Santa Rosa e Mariz e Barros, ao custo de R$ 200 milhões. A ampliação do hospital da Avenida Sete no terreno vizinho vai gerar cerca de três mil empregos e terá uma capacidade média de 12 mil atendimentos mensais na emergência.

Quem sai ganhando é a cidade ao receber mais um hospital de ponta, que com o CHN, pertencente a outro grupo forte da medicina, a Rede Ímpar, também tem investido milhões em seu Complexo Hospitalar de Niterói.

Soma-se a isso, os hospitais de empreendedores médicos da cidade, como o Icaraí, Santa Martha, São Lucas, Hospital Geral do Ingá, Nossa Senhora Auxiliadora, Hospital das Clínicas do Fonseca e a Maternidade São Francisco, que procuram investir e se aparelhar para prestar uma boa assistência médica à população da região.

O importante é que contando com excelentes médicos e, agora, com suporte hospitalar, o niteroiense não vai mais precisar atravessar a baía nem pegar a ponte aérea Rio-São Paulo.

Por enquanto funcionando na unidade original da Avenida Sete, o Niterói D’Or oferece 34 leitos de internação aberta (quartos), centro cirúrgico com cinco salas, sala de Hemodinâmica com equipamentos de alta tecnologia, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com 16 leitos, sendo dois de isolamento, Unidade Cardiointensiva/Pós Operatório com 10 leitos e Emergência Adulto 24 horas, com atendimento de referência em Ortopedia, Clínica Médica e Cardiologia.

O novo Centro Médico terá quinze consultórios para atendimento em diversas especialidades. Outro novo serviço será o de Oncologia, com consultas e terapias, incluindo radioterapia, previsto para começar em 2020.  Quando for inaugurada expansão do hospital em outubro, o novo Centro Cirúrgico terá dez salas amplas, algumas delas “inteligentes”, com equipamentos de última geração e uma sala de Hemodinâmica, com nova máquina. E mais: um setor de imagem com Tomografia Computadorizada, Ressonância Magnética, Ultrassonografia, Ecocardiografia e Endoscopia digestiva, dentre outros  e laboratório próprio para atendimento dos pacientes internados e também do público externo (exames marcados).

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

3 thoughts on “Saúde privada se expande em Niterói

  1. A população pobre vai poder ser atendida aí nesse hospital? Seja pobre ou rico todos deveriam ter acesso a saúde, mais um hospital para ricos e a desigualdade social agradece.

    1. Muito bom! Só falta a UNIMED presentear os seus associados com a inclusão desse hospital na sua rede hoje precária em Niterói!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu