New here? Register. ×
×

Ponto de jovens e coroas em Icaraí vende sucos e sandubas pelo delivery

Escrito por Gilson Monteiro às 18:05 do dia 17 de junho de 2020
Sobre: Lanchonete premiada
  • Ponto Jovem
17jun

Ponto JovemTem aumentado, e muito, a procura por uma alimentação saudável, leve e rápida nessa quarentena que já completou 90 dias. O Ponto Jovem, com 110 tipos de sucos de frutas, além de outros 20 com água de coco, as tradicionais vitaminas de abacate e de banana com aveia, mais sanduíches naturais e pratos executivos está bombando no sistema delivery feito pelo Ifood.

Sanduíches, salgados e tortas estão disponíveis das 8h às 23h também pelo WhatsApp (21) 9920-10767, ou pelo telefone (21) 2613-6211.

Apesar do nome, é procurado não somente pela juventude, mas também pelos coroas. Há 45 anos, o português boa praça Jerônimo Alves de Souza, hoje com 88 anos, abriu uma portinha para vender sucos e salgados para os jovens que cruzavam a movimentada Rua Miguel de Frias. Virou um point e já chegou a ficar aberto 24 horas. Foi premiado 14 vezes no concurso Água na Boca, do jornal O Globo.

Quem gosta de comida natureba, pode pedir um sanduba de filé mignon, com queijo, ovo e salada, no pão integral ou árabe.

Agora, quem quiser um salgadinho gostoso, sem se preocupar com o peso, pede o imbatível italiano de queijo presunto e cebola, queijo cheddar com bacon ou frango com queijo minas e azeitona, os mais pedidos.

Na estufa do balcão de vidro, pastéis de forno, quiches, empadas, doces e tortas enchem os olhos dos fregueses.

Já as refeições rápidas têm o prato montado pelo cliente, podendo incluir uma proteína (mignon e maminha, frango e peixe à milanesa ou omelete), com quatro acompanhamentos livres.

Apesar da idade avançada, seu Jerônimo, como é chamado pela garotada, bate ponto todo o dia, chova ou faça sol, para trocar ideia com os empregados e a filha Vera Pini, que toca a casa com simpatia e competência.

Que o bom e tranquilo vento da Praia de Icaraí traga de volta ao balcão do seu Jerônimo, em pouco tempo, a juventude sarada e também os coroas, que preferem o suco à loura suada, apelido do chope.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|
Menu