New here? Register. ×
×

Personagens populares começam a voltar às ruas de Niterói no novo normal

Escrito por Gilson Monteiro às 12:07 do dia 29 de julho de 2020
Sobre: Adoçando a vida
  • Pedro do bolo de aipim
29jul

Pedro do bolo de aipimDepois de quatro meses de ausência, personagens que dão vida e fazem parte do cotidiano de Niterói estão voltando às ruas. Cada qual com sua história de vida e atividade, como Pedro Adilson Lopes, que há 46 anos vende bolo de aipim, canjiquinha, cuscuz e empadinhas na calçada do Edifício Sabin, na Avenida Amaral Peixoto.

– Na pandemia tive que me virar para sobreviver, fiz o delivery direto, sem o freguês precisar pedir eu ia oferecer os meus doces na sua porta e deu certo – diz Pedro, com parte do rosto coberto por uma máscara com o escudo do Flamengo.

Muita gente presa em casa, ansiosa por novidade e querendo adoçar a boca nesse momento amargo da vida, ajudou nas vendas.

Pedro era funcionário do antigo Banerj. Com a fusão dos Estados do Rio e da Guanabara, foi despedido. Com família para sustentar, lembrou que a mãe em Campina Grande, Paraíba, sustentara nove filhos vendendo doces feitos com as receitas da vovó.

– Foi o pulo do gato, não perdi tempo e sai em campo, botando o meu tabuleiro em frente à Sabiá Disco. O pessoal parava para ouvir música e comer os meus doces, mas mesmo com a saída da loja, a esquina continuou movimentada.

Figura popular, Pedro, 69 anos, já virou confidente de muita gente, que não vai ali só degustar suas guloseimas, mas ouvir também o conselho de um homem bom com experiência de vida e de rua.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

3 thoughts on “Personagens populares começam a voltar às ruas de Niterói no novo normal

  1. Isso é bom…é bacana. São pessoas queridas e que escrevem a história da cidade. Boa sorte a todos!

Comments are closed.

Menu