New here? Register. ×
×

Parapente cai e homem morre no Costão

Escrito por Gilson Monteiro às 12:58 do dia 22 de julho de 2019
Sobre: Região Oceânica
22jul

Um homem morreu ao cair de parapente no Costão de Itacoatiara, na Região Oceânica de Niterói, na manhã desta segunda-feira (22/07). Segundo o 4º Grupamento Marítimo, que monitora a área, os resgates tiveram início por volta das 10h. O atleta teria saltado, mas durante uma manobra acabou se chocando e rolando de costas pelas pedras. Após o resgate a vítima foi levada para a praia.

Um helicóptero do Corpo de Bombeiros foi utilizado nas buscas, mas a vítima já foi encontrada sem vida em uma área de mata e de difícil acesso.  Gabriel Monteiro de Barros, 31 anos, era atleta experiente em speed fly, que utiliza um equipamento menor que o parapente e  realiza manobras muito radicais. 

Gabriel teria sido surpreendido pela mudança brusca de direção do vento no Costão, o que desestabilizou o vôo, causando o acidente fatal.

Acidente com surfista

No domingo, outro atleta quase perde a vida em Itaipu, também na Região Oceânica de Niterói. O surfista Carlos Burle, de 51 anos, considerado um dos mais respeitados big riders do mundo (aqueles que só surfam em ondas gigantes), estava próximo à Ilha Mãe, aproveitando as ondas grandes provocadas por uma ressaca, quando levou um tombo da prancha, bateu com a cabeça e as costas nas pedras e perdeu os sentidos.

Com um grande corte na cabeça e escoriações nas costas o surfista foi resgatado a tempo pela equipe que o acompanhava em um barco.

Há seis anos, Burle ajudou a salvar a surfista Maya Gabeira em Nazaré, Portugal. Ela caiu da prancha ao pegar uma onda gigante e ficou presa na arrebentação.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|
Menu