New here? Register. ×
×

Ônibus sequestrado para Niterói

Escrito por Gilson Monteiro às 07:01 do dia 20 de agosto de 2019
Sobre: Cidade refém
20ago

Um homem dizendo ser policial militar sequestrou um ônibus da linha Alcântara-Estácio e, desde às 5h30m da manhã desta terça (20/08), faz passageiros e motorista reféns e bloqueia a Ponte Rio-Niterói, causando congestionamento no trânsito em toda a cidade, com reflexos até em São Gonçalo.

As barcas e os catamarãs são a única opção de ligação com o Rio de Janeiro. O trânsito em direção a Niterói funciona em regime de pare e siga, refletindo no tráfego na Avenida Brasil.

O sequestrador estaria armado com um revólver 38, uma pistola de choque e uma faca e atirou um coquetel molotov contra policiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ele ameaça incendiar o ônibus com gasolina.

Equipes do Batalhão de Operações Especiais da PM estão com atiradores snipers no local, e o criminoso faz contato com os policiais pelo celular. Ele chegou a abrir a porta e sair parcialmente do ônibus mostrando o rosto.

Não é conhecida a motivação do sequestrador. Trinta e um passageiros ainda estão dentro do veículo, depois que o criminoso liberou dois homens e quatro mulheres que foram atendidos por ambulâncias posicionadas no local. 

A PM considera que a ação do sequestrador foi premeditada. O trânsito para o Rio está fechado desde às 5h30m.  As vias de acesso à Ponte Rio-Niterói estão totalmente paralisados. Na BR-101, a lentidão chega ao bairro Boa Vista, na altura do quilômetro 312. Em Niterói, toda a extensão da Alameda São Boaventura, no Fonseca, está congestionada com retenção desde Tribobó, na RJ-104. Na Zona Sul,  os reflexos chegam à Avenida Roberto Silveira, em Icaraí. Filas enormes se formam na estação dos catamarãs, em Charitas, e das barcas na Praça Arariboia, para onde muitos dos passageiros se dirigem a pé. 

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

One thought on “Ônibus sequestrado para Niterói

  1. Se todas às vezes que acontecesse esse fato lamentável, tomassem esta atitude, iam pensar duas vezes, Gostei da conduta do governador. Deixam falar o que quiser. Parabenizo o atirador de elite.

Comments are closed.

Menu