New here? Register. ×
×

O Bento não é mais nosso Campo

Escrito por Leitor escreve às 11:14 do dia 14 de julho de 2017
Sobre: Preservar é preciso
14jul
Do leitor: Abraão Jefferson Batista //

Ajudem a salvar o Campo de São Bento, espaço lindo da nossa cidade, patrimônio onde cultura, lazer e natureza se encontram. Brincávamos com nossos filhos e netos, desfrutávamos de momentos aprazíveis sob as copas das árvores assistindo encenações teatrais e apresentações musicais. Escrevo estas poucas palavras para expressar minha triste constatação: o “meu” Campo de São Bento não é mais o mesmo. Quer comprar um LOTE? Isso mesmo, ele está loteado, desde os brinquedos até a feira de frutas e legumes, das barracas de (alguns poucos) artesanatos até o veículo motorizado da gastronomia pouco higiênica. As alamedas por onde poderiam circular crianças com seus brinquedos, idosos com suas devidas dificuldades, bebês em carrinhos ou ainda cadeirantes, estão cada dia mais ocupadas, privando os cidadãos do direito de usufruir do espaço público.

Os gramados estão mal conservados, a segurança é parca, paisagismo ignorado, respeito ao silêncio noturno não existe aos finais de semana, visto que a montagem das barracas fica a cargo de barraqueiros que além de falarem alto, fazem barulho com caminhões, martelando e encaixando ferragens durante a madrugada (4:00). Durante o expediente depositam sobre os canteiros caixas com restos dos produtos perecíveis, estragando ainda mais o nosso patrimônio. Nosso espaço está degradado, loteado e trazendo transtornos a sua vizinhança.

Meu desabafo tem um único propósito, preservar essa área que está com suas riquezas sendo dilapidadas. É preciso recuperar e cuidar da essência do Campo de São Bento.

Sharing is caring

Leitor escreve
Leitor escreve
Registre aqui a sua opinião sobre os assuntos da cidade. Escreva seu texto e nos envie com telefone para confirmação através do e-mail gilson@colunadogilson.com.br
|

11 thoughts on “O Bento não é mais nosso Campo

  1. Discordo. Esses eventos que ele chama de loteamento dao vida ao campo de sao bento. Falta seguranca ao Campo e esses eventos tb levam segurança ao local, movimentam o comercio, gera emprego aos que ali trabalham e agitam a cena cultural da cidade. A feirinha organica eh mt boa e os brinquedos servem de diversao. Quem pode pagar tem a opcao de ir nos brinquedos pagos, quem nao tem se diverte nas i inumeras opcoes gratuitas.

  2. Discordo. A utilização do campo deve ocorrer. Atrair as pessoas para ele. Concordo que deve haver uma fiscalização e uma cautela na utilização. Mas os eventos são em um contexto geral benéficos.

  3. E saber que há um Código de Posturas que nao seguem e muitos desconhecem ou nem sabem da sua existencia.
    Virou bangunça só. Estilo PT!

  4. O campo é a feirinha são sim um patrimônio da cidade. Concordo porém q grandes eventos ali concorrem com a degradação. Poluição sonora e do ambiente bucólico.

  5. a Feira de artesanato é tombada como patrimônio da cidade. agora toda as modernidades ocupadas eh política de quem paga mais sim. agora oq não pode eh pensar em acabar com os artesãos q por mais de 20 poucos anos estão lá e lutaram junto com Felipe Peixoto e n será de Jorge Roberto Silveira para tomar o Campo como Patrimônio da Cidade. agora lutem para q os intrusos saiam. Menos a feira de Artesanato estou lá a mais de 22 anos e conheço a cidade q eu nasci mais de 39 anos. tenho história e verdades pra dizer . não mechemdo cmg tá ótimo. até pq para entrar na feira era feita prova pra ver c realmente os artesãos sabiam fazer sua cultura caseira. hj muitos são terceirizados e isso q não pode . #FeiradeArtesanatoSempre.

  6. Concordo inteiramente: o Campo de São Bento está deixando de ser um campo, onde a natureza era privilegiada, para virar uma praça para lá de urbanizada com mais construções (como a construção do quiosque para propaganda turística) e eventos comerciais e a cada dia menos plantas e mais terra a vista. Jura que o prefeito é do PV? Inacreditável.

  7. Problemas e mais problemas, guarda municipal inoperante, nada fazem, quando apresentamos os problemas como por exemplo: cães fora da guia, não recolhimento das fezes dos cães pelos donos, lixo descartado no chão, uso do espaço, de frente aos postos de gasolina, canto do parque, para adestramento de cães, os quais ficam sem guias. Não proibição de alimentar as aves etc… Fora o uso do espaço, como loteamento e de igual forma, as ruas do bairro como estacionamento privativo, sendo colocado flanelinhas autorizados, que só sabem observar a rotina dos moradores, emporcalhar as ruas e usar o celular. Triste! A cidade não é mais a mesma! Conheci outra cidade, amava muito, só trabalhei aqui, nunca morei, mas gostava de transitar em Niteroi.

  8. Tenho observado que a montagem para os festivais no Campo de São Bento não respeitam horário, que os bares e restaurantes ali presentes não recebem uma infraestrutura adequada. Mas vejo de forma positiva a realização de tais eventos no Campo de São Bento, reunindo pessoas do nosso e de outros bairros para aproveitar um espaço público de nossa cidade. Não há festivais todos os fins de semana, nem mesmo todos os meses. Vamos solicitar que haja adequação e respeito ao espaço e que a fiscalização seja mais rigorosa.

    1. Trailer vagabundo de hambúrguer? Vc deve rever seus conceitos de “boa comida”… Primeiro, pq se a comida é boa de verdade ela pode ser servida num restaurante, num trailer ou numa barraca, isso não interfere na qualidade da comida qdo é feita c amor e carinho… Segundo, o “trailer vagabundo de hambúrguer” (e não só o de hambúrguer) também paga impostos, funcionários, taxas para participar de eventos, alvará de funcionamento, etc, portanto, não é por ser um trailer que precisa ser mais barato. Vc vive no Brasil!! Terceiro, vc tem a opção de comer onde quiser, a não ser que não tenha dinheiro para frequentar um restaurante descente. O que vc não precisa é falar merda porque na verdade nem uma crítica vc fez, simplesmente soltou uma grosseria sem fundamento algum… Tem mto trailer vagabundo mto melhor do que restaurante!

Comments are closed.

Menu