New here? Register. ×
×

‘Não’ de Rodrigo às OS de Saúde ficou na campanha

Escrito por Gilson Monteiro às 12:27 do dia 12 de fevereiro de 2016
Sobre: Saúde terceirizada
12fev

O prefeito petista Rodrigo Neves, ainda candidato em 29/09/2012, negou que fosse implantar em Niterói o sistema de organizações sociais de saúde, como já fazia o Rio de Janeiro. A resposta foi durante debate na TV Globo, mediado pela repórter Mariana Gross (veja o vídeo). Cerca de um ano depois, em agosto de 2013, a prefeitura de Niterói contratou a organização social de Saúde Ideias e a ela entregou a gestão do Getulinho pagando R$ 92,6 milhões em 30 meses.

Este contrato está sendo renovado agora, mas o hospital infantil ainda não ficou pronto. As consultas médicas são feitas em contêineres alugados e as cirurgias de crianças no Hospital municipal Orêncio de Freitas, que está caindo aos pedaços no alto de uma ladeira do Morro dos Marítimos, no Barreto.

No próximo dia 16/02, a Fundação Municipal de Saúde vai contratar mais uma OS de Saúde, oferecendo pagar R$ 48,9 milhões por dois anos e meio de contrato para a gestão da Unidade de Emergência Mario Monteiro, em Piratininga, que ainda vai ter o prédio reinaugurado.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|
Menu