New here? Register. ×
×

Médicos do Ano da AMF são dois craques da pneumologia em Niterói

Escrito por Gilson Monteiro às 15:21 do dia 14 de outubro de 2019
Sobre: Dia do Médico
  • Médicos do ano
14out
Médicos do ano

Luiz Felippe Judice e Miguel Abdon Aidê, escolhidos como os médicos do ano pela AMF

O Dia do Médico, será comemorado em grande estilo na sexta-feira (18/10), com missa solene celebrada pelo arcebispo Dom José Francisco e pelo monsenhor Elidio Robaina, na Capela de São Lucas, às 8 horas. O ato religioso será seguido por um café da manhã, na Associação Médica Fluminense, bem como a homenagem no salão nobre, às 10 horas, a duas grandes figuras da pneumologia: o cirurgião torácico Luiz Felippe Judice e o clínico Miguel Abdon Aidê.

Escolhidos Médicos do Ano: o professor Judice, aos 80 anos, apesar de aposentado há dez anos, continua atuando como professor voluntário, três vezes por semana, sem ganhar nada, no Hospital Antônio Pedro. Lá acompanha clinicamente e cirurgicamente os casos mais complexos.

Capixaba, chegou a Niterói em 1957. Morou em uma pensão no Ingá enquanto fazia o curso preparatório Pasteur. No ano seguinte ingressou na Faculdade de Medicina da UFF.

Como residente, fez internato no Sanatório de Tuberculose de Curicica, em Jacarepaguá.

Sua vontade de aprender é tão grande, que foi fazer residência voluntária com o grande cirurgião geral José Hilário, na Casa de Saúde São José do Rio.

Participou ativamente da Cirurgia Cardíaca do Hospital Santa Cruz, chefiada por Geraldo Ramalho, de 1968 a 1982.

Professor catedrático da UFF, com mestrado e doutorado, onde ingressou em 1968, formou gerações de médicos, espalhados pelo Brasil e Exterior.

Desenvolveu equipamento para traqueobronscopia, que vem sendo usado em muitos exames.

Continua atendendo em seu consultório no Edifício Ioffices Niterói, na Rua Dr Celestino 122.

Mestre em pneumologia

O professor Miguel Abdon Aidê, considerado um dos maiores clínicos em pneumologia, nasceu em Niterói. Concluiu o curso secundário no Colégio Salesiano de Santa Rosa, em 1966, ingressando depois na Faculdade de Medicina de Volta Redonda, onde se formou em 1973.

Tem mestrado em Pneumologia, pela Universidade Federal Fluminense, onde foi professor por muitos anos.

Respeitado e estudioso na especialidade, Aidê foi várias vezes diretor médico e diretor científico da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, além de ter sido secretário geral da Associação Latino-americana de Tórax.

Escreveu o livro “Prática Pneumológica”, em 2017, que está na segunda edição.

Com muitos trabalhos publicados nas mais variadas revistas médicas e científicas, participante ativo em congressos e seminários, recebeu um diploma de reconhecimento da SBPT, por ter ido a todos os eventos organizados ou patrocinados pela entidade de pneumologia e tisiologia.

Atende em seu consultório no Center IV, em Icaraí.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|
Menu