New here? Register. ×
×

Furto de cabos aumenta em Niterói na velocidade da internet de fibra ótica

Escrito por Gilson Monteiro às 17:06 do dia 30 de julho de 2020
Sobre: Cobre cobiçado
  • furto de cabos
30jul

furto de cabosA velocidade da internet em fibra ótica vem sendo acompanhada pelo crescente furto de cabos em Niterói. Esta semana, soldados do 12° Batalhão da PM, prenderam um homem na Rua Mem de Sá, em Icaraí, enrolando cabos arrancados dos postes (foto). Já na Região Oceânica, além do roubo de fios, moradores denunciam que milicianos vêm impedindo a instalação de internet no Engenho do Mato, segundo queixa de funcionários da OI.

Os cabos de fibra ótica não têm valor para os ladrões, mas sim os do tipo UTP, que as empresas utilizam para ligar a rede de internet à casa dos assinantes. Os cabos UTP são formados por quatro pares de fios de cobre. Ferros-velhos compram o metal por cerca de R$ 20 o quilo, enquanto pagam R$ 3,50 pelo quilo de latinhas de alumínio.

Um leitor da coluna conta que contratou a internet por fibra ótica da OI, mas o instalador disse que não poderia fazer a instalação “porque o cabo foi cortado por ordem da milícia”. Segundo o funcionário da OI, o mesmo vem acontecendo em vários pontos de Itaipu e Piratininga, onde bandidos obrigam os instaladores a descer dos postes quando estão trabalhando na checagem da rede ou fazendo instalações e reparos.

Um policial da 81ª DP (Itaipu), conta que a milícia domina a revenda de gás e os serviços de tevê a cabo e internet em comunidades. Em outros pontos da Região Oceânica cobram pedágio das operadoras de telefonia. Como essas não se submetem à extorsão, cortam a rede de cabos.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

3 thoughts on “Furto de cabos aumenta em Niterói na velocidade da internet de fibra ótica

  1. E depois que roubam, derretem os cabos atrás dos escombros do antigo hospital Santa Mônica. Se a polícia quiser prender, é só chegar no local toda noite.

    1. Moro em Pendotiba- Cantagalo e tenho que me contentar com uma internet oi meia boca porque a milícia não deixa instalar internet de fibra. Já tentei todas e é sempre a mesma coisa: morro na praia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu