New here? Register. ×
×

Bairro de Fátima pede água a São Miguel

Escrito por Gilson Monteiro às 12:04 do dia 3 de outubro de 2017
Sobre: Só rezando
03out

Pinheiro Junior escreve:

Pedidos  por milagre a São Miguel não moveram (nem comoveram) a Águas Niterói que há 20 dias deixa secas as torneiras da Rua Raul Pompéia, no Bairro de Fátima, em cuja igreja é rezada a tradicional e concorridíssima missa do Santo Arcanjo. Sexta-feira última, 29 de setembro, foi a festa maior de São Miguel, que atraiu multidões às missas e ocupou com carros de fiéis de todo o Estado do Rio as ruas do bairro desde as primeiras horas da manhã. Flanelinhas de outras partes da cidade, atraídos pela oportunidade, cobravam dez reais por vaga. E os moradores só exigiam que deixassem desimpedidos os acessos às suas garagens. A Prefeitura instalou na pracinha, ao final da Raul Pompéia, quatro, sanitários móveis enquanto garis se esforçaram durante o dia para manter as ruas limpas. 

Também em desespero e para aproveitar a oportunidade de milagres, moradores da Rua Raul Pompéia fizeram até promessas a São Miguel para conseguir que a Águas Niterói voltasse a encher suas caixas e cisternas. Como  os pedidos – inclusive direta e insistentemente à empresa- têm sido em vão, moradores se articulam para ingressar no Ministério Público e obrigar a Águas Niterói a cumprir o contrato de abastecimento com os usuários.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|
Menu