New here? Register. ×
×

Abaixo-assinado pede a volta do churrasco do Baixinho, em Icaraí

Escrito por Gilson Monteiro às 09:57 do dia 31 de julho de 2020
Sobre: No espeto
  • churrasco do Baixinho
31jul

churrasco do BaixinhoBaixinho, como é conhecido o cearense Fernando Matos de Souza, há 20 anos vendia churrasquinho esquina de Mariz e Barros com Ministro Otávio Kelly, em Icaraí. Com a pandemia, ficou mais de quatro meses em casa sem trabalhar.

Um abaixo-assinado está correndo nas redes sociais para sensibilizar as autoridades municipais a deixarem Baixinho continuar vendendo seu churrasquinho, para não ser mais um a receber a bolsa família do Governo Federal.

Durante os últimos 120 dias, Baixinho passou dificuldade para sustentar a família. Ao tentar voltar ao ponto, cumprindo as normas da Vigilância Sanitária, foi impedido pela falta de licença. O documento nunca lhe foi pedido nas duas últimas décadas.

Baixinho foi à Prefeitura requerer a licença de ambulante, mas lhe disseram que elas estão suspensas temporariamente.

Leia também:

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

4 thoughts on “Abaixo-assinado pede a volta do churrasco do Baixinho, em Icaraí

  1. Deixe-me ver se entendi bem: temos abaixo-assinado para que um ambulante retome suas atividades enquanto um comércio regularizado, com a mesma finalidade, no início da Moreira César, tem dificuldades de abrir e/ou se manter?!? Lembrando que este último tem algumas carteiras assinadas, paga aluguel, impostos, etc. Isso é mais um estímulo a desordem que impera na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu