New here? Register. ×
×

Título honra Irmão Amadeu ‘post mortem’

Escrito por Gilson Monteiro às 15:41 do dia 28 de novembro de 2018
Sobre: Honoris Causa
28nov

O título de Doutor Honoris Causa será concedido agora ao Irmão Amadeu Egydio, que por mais de 40 anos foi o competente e querido diretor do Colégio Abel, em Icaraí. Ele faleceu aos 96 anos, no dia de Natal de 2016.  A honraria será concedida ‘post mortem’ pelo Centro Universitário La Salle do Rio de Janeiro (Unilasalle-RJ), instituição da qual foi um dos fundadores e primeiro reitor.

A cerimônia será no dia 6 de dezembro, após missa às 18h na Capela La Salle (Rua Gastão Gonçalves 79, Santa Rosa), quando também serão outorgados títulos de Doutor Honoris Causa a mais dois importantes gestores lassalistas: os Irmãos Ignácio Lúcio Weschenfelder e Israel José Nery.

Natural do povoado de Linha Comprida, em Montenegro (RS), Irmão Amadeu fincou raízes em Niterói, adotou a cidade e foi adotado por ela após três mandatos à frente do Colégio La Salle Abel. Ao longo da vida, recebeu diversas homenagens, sendo eleito Cidadão Niteroiense, Cidadão Fluminense, Cidadão Araruamense, Mestre do Ano, Melhor Diretor do Ano em Niterói, Personalidade Educacional, entre outros títulos. A última homenagem em vida foi em 2016: o Prêmio “Sou de Niterói”, realizado pelo Globo Niterói. Irmão Amadeu faleceu no dia de Natal, em 25 de dezembro de 2016, aos 96 anos.

O Irmão Ignácio Lúcio Weschenfelder foi o segundo reitor do Unilasalle-RJ (2006-2014). Sob o seu comando, a instituição de ensino alcançou, junto ao MEC, o título de centro universitário, em julho de 2012. Investiu na educação voltada aos mais pobres, assim como o fundador da Rede La Salle, o patrono dos educadores, São João Batista de La Salle (1651-1719). Foi durante a gestão do Irmão Ignácio, em 2009, que surgiu o Centro Educativo e de Promoção La Salle (CEPLAS), agora Escola La Salle Rio de Janeiro. Prestes a completar dez anos de história, a obra social mantida pela Rede oferece, a cada ano, pré-escola de qualidade e gratuita para 100 crianças carentes da cidade.

Já o Irmão Israel José Nery, autor de 72 livros e mais de 500 artigos, participou de momentos importantes da Rede, como a Missão La Salle em Beira, Moçambique (1992), e mesmo fora dela, já tendo integrado por duas vezes a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil. A catequese é preponderante em sua história, seja pelas duas passagens pela CNBB seja pela participação nos órgãos: Conferência Nacional dos Religio­sos do Brasil (CRB Nacional); Equipe AMERÍNDIA de Teólo­gos e Pastoralistas Latino-americanos; So­ciedade de Teólogos do Brasil (SOTER); Sociedade de Catequetas Latino-americanos (SCALA); Sociedade Brasileira de Catequetas (SBCat).

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

One thought on “Título honra Irmão Amadeu ‘post mortem’

  1. Saudades dos meus tempos de menino, no Instituto Abel, onde estudei da primeira série primária ao terceiro ano científico e durante todos estes anos, quando o encontrava pelos corredores do colégio, carinhosamente nos dava sua benção, sempre com muita alegria. Da mesma forma, cuidou com seu carinho paternal da educação dos meus quatro filhos.
    Irmão Amadeu, amor eterno.

Comments are closed.

Menu