New here? Register. ×
×

Royalties para lavar Niterói a jato

Escrito por Gilson Monteiro às 16:47 do dia 4 de dezembro de 2017
Sobre: Orçamento da faxina
04dez

Niterói deverá ser a cidade mais limpa do mundo. Os royalties do petróleo vão lavar a cidade a jato, já que a sua Companhia de Limpeza Urbana (Clin) vai operar com uma receita de R$ 220 milhões em 2018, sendo 33% (R$ 74,4 milhões) provenientes dos petrodólares, como prevê o orçamento do município para o ano que vem, a ser votado até o dia 15/12 pela Câmara de Vereadores.

O que os contribuintes não entendem é por que, se a Clin já conta com a arrecadação da Taxa de Coleta Imobiliária de Lixo (TCIL), cobrada anualmente nos carnês do IPTU, a empresa municipal vai levar 39,5% do total dos royalties do petróleo destinados ao município, enquanto a educação receberá menos de 15% (R$ 30 milhões) e a saúde cerca de 7% (R$ 15 milhões).

Em 2017, a arrecadação da TCIL somou R$ 37,3 milhões; em 2018 a taxa será aumentada em 2,54%, juntamente com o IPTU.

Além da TCIL, a Clin engorda seu caixa recebendo da Fundação Municipal de Educação (FME) para fazer a faxina em 87 unidades escolares. Este ano, a companhia de limpeza recebeu da FME R$ 23.101.666,70.

Os royalties vão representar 33% do orçamento de R$ 220 milhões da Clin para 2018. A companhia de limpeza ficará com a segunda maior parte dos dividendos do petróleo a serem recebidos por Niterói. Para pagar aos aposentados, a prefeitura está reforçando o caixa da NitPrev com R$ 121 milhões dos R$ 493 milhões de petrodólares previstos como receita desses recursos para o próximo exercício.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

4 thoughts on “Royalties para lavar Niterói a jato

  1. Será que também vamos tomar na cara outro aumento da conta de água bem maior que os índices de inflação? Seria educativo descobrir quais as pessoas físicas que estão ficando mais ricas, ano após ano, com tantos aumentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu