New here? Register. ×
×

Nasce “A Onda”, nova e “interplanetária” rádio de rock em Niterói

Escrito por Luiz Antonio Mello às 08:04 do dia 20 de julho de 2019
Sobre: Música no ar
20jul

É com muita alegria, prazer e orgulho que compartilho com todos os leitores deste monumental site do Gilson Monteiro o nascimento de “A ONDA – rock autêntico”, nova e interplanetária rádio de rock que invadiu a internet desde a meia noite de sexta-feira. Por que interplanetária? Lemos que mais de 90% dos tripulantes da Estação Espacial Internacional são roqueiros, por isso enviamos um e-mail, via NASA, convidando para ouvir a RÁDIO A ONDA.

Para ouvir é só clicar neste link: www.radioaonda.com.br

A rádio está no ar 24 horas com tecnologia de streaming (transmissão) de última geração (certificação internacional) com uma playlist com 1.200 músicas capaz de ficar dias e mais dias sem repetir. Todas as músicas, uma a uma, foram revisadas e (quando necessário) corrigidas por especialistas em rock do Social Rock Club, um trabalho que levou vários dias. Valeu, pessoal!

Na programação a prioridade são artistas novos de rock, blues, blues rock, folk rock e afins, além da geração deste século 21 (ano 2000 para cá) do Brasil (só letras em português) e do exterior, mas é lógico que a RÁDIO A ONDA toca clássicos do rock dos anos 60, 70, 80 e 90.

A rádio é uma parceria minha com o Marcelo Oliveira, Marcelo Siqueira e Cristiano Reis, do Social Rock Club, o polo de produção de vídeo, áudio, divulgação e discussão de rock mais importante do Estado do Rio. Por exemplo, o SRC promove nessa quarta-feira, dia 24, a partir das 19 horas uma conversa que vai reunir o Tomás Portella diretor do filme “Aumenta que é Rock & Roll”, uma ficção baseada em meu livro ”A Onda Maldita – como nasceu a Fluminense FM”, eu e quem quiser ir lá. Vai ser no Lapa Café, Centro do Rio, e é de graça. É só se inscrever neste link: https://www.facebook.com/socialrockclub/

A RÁDIO A ONDA tem conteúdo e locução em todos os horários. Uma fala bem sóbria, tranquila e estamos juntos, no ar, falando, eu, Juliana Demier, Elayne Bessa, Cristiano Reis e Marcelo Siqueira. Marcelo Oliveira cuida de toda a gestão da rádio, como, por exemplo o marketing, área comercial, site, tecnologia, web, tudo mais. Eles são feras.

É claro que a Rádio Fluminense FM que fundamos lá em 1982 é uma referência (como não ser?), mas estamos muito atentos a nova onda de rock e seus cúmplices aqui no Brasil e em todos os continentes. Tocamos artistas da Islândia, Paquistão, Indonésia, Mali (o Mali já é velho conhecido do Brasil) e, lógico, dos principais polos de produção: EUA, Reino Unido, Japão.

Quem lê meu livro* conhece bem o meu trauma com relação a área comercial. Por falta de pessoas qualificadas e também de estrutura das empresas vi com tristeza muitos meios de comunicação importantes naufragarem. De cara, três grandes rádios de rock: Federal, Eldo pop e Fluminense FM. Ou seja, não adianta ter excelentes produtos (essas três emissoras foram o top!) se não tiverem anúncios para sustentar. O mercado para esse tipo de rock é vasto, amplo, mas são anunciantes bem típicos o que exige profissionais de venda que conheçam bem o setor. O Marcelo Oliveira é esse cara, e por isso tenho certeza de que RÁDIO A ONDA vai crescer. Muito. Aliás, quer anunciar? Escreva para contato@radioaonda.com.br   .

Pouca gente sabe mas em 1999 o André Bittencourt do Valle (engenheiro, doutor em Tecnologia da Informação), eu e a jornalista Aline Rios fizemos a primeira rádio rock da América Latina pela internet. A RockNet era gerada do Estúdio El Sonoro (https://bit.ly/2LTnkiC), do super músico, multinstrumentista Felipe Melo, em Icaraí. Aline e eu selecionávamos as músicas e fazíamos as locuções pré -gravadas de 24 horas.

Naquele tempo imperava a internet discada, banda larga era coisa do outro mundo, ou absurdamente cara. Significa que a rádio tinha que contratar streaming (transmissão) fora do país porque no Brasil, naquela época, era caríssimo. André Valle contratou nos Estados Unidos, mesmo assim com alto custo e limite de ouvintes. Ainda assim, bancamos o projeto que foi o maior sucesso. Os ouvintes (97% conectados por telefone) tinham que pagar pulsos telefônicos para ouvir e ouviam, direto. Depois de meses a RockNet teve que dar um tempo, esperar a tecnologia avançar. E avançou.

Avançou e com ela chega a Rádio A ONDA, que significa tudo de bom que a palavra/expressão simboliza. Agradeço publicamente ao André que, de novo, foi visionário e de novo está sendo agora na condição de padrinho da ONDA; nomeado a revelia (rs).

Espero que vocês que gostam de rock adotem a RÁDIO A ONDA. No site www.radioaonda.com.br, além de ouvir, você pode escolher aplicativos para celulares, tablets ou qualquer outro dispositivo, compatíveis com Android, iOs, Windows Phone.

  • Lançada a quarta edição do livro A ONDA MALDITA, como nasceu a Fluminense FM em versão digital. Está na loja Kindle, da Amazon. É só acessar https://amzn.to/2Y6047D e na busca por o nome do livro. Leitura compatível com celulares e tablets. Custa R$ 11,90.
  • Muitas informações foram atualizadas, novas fotos, um novo ensaio sobre o contexto da Rádio Fluminense FM e capa de Juliana Demier, que fez também a revisão do texto. Mais detalhes numa matéria especial que estou fazendo.

Leia também:

Sharing is caring

Luiz Antonio Mello
Luiz Antonio Mello
Jornalista, radialista e escritor, fundador da rádio Fluminense FM (A Maldita). Trabalhou na Rádio e no Jornal do Brasil, no Pasquim, Movimento, Estadão e O Fluminense, além das rádios Manchete e Band News. É consultor e produtor da Rádio Cult FM. Profissional eclético e autor de vários livros sobre a história do rádio e do rock and roll.
|

4 thoughts on “Nasce “A Onda”, nova e “interplanetária” rádio de rock em Niterói

  1. Parabéns pelo lançamento dessa nova rádio, que já nasce com um nome icônico – vida longa e muito rock e sucesso para A ONDA !

    Os rockeiros agradecem e estarão todos
    conectados com A ONDA !

    Muito Pink Floyd, Yes, King Crimson, ELP, PFM, Beatles, Rolling Stones, O Terço, Som Imaginário, e muitos outros !

Comments are closed.

Menu