New here? Register. ×
×

Enel aumenta a luz em 9,7%, Light em 11,52%, o governo pega 35,5% do bolo e fica tudo por isso mesmo

Escrito por Luiz Antonio Mello às 08:13 do dia 16 de março de 2019
Sobre: Energia elétrica
16mar

A gigante multinacional italiana Enel, responsável pelo fornecimento de energia para Niterói e em outros 65 municípios (cerca de 6 milhões de pessoas) conseguiu enfiar um aumento de 9,7% nas contas de luz (a inflação está em 3,89%), válido desde ontem. A Light, que abastece o Rio e outras cidades, aumentou em 11,52% e do total da conta vergonhosos 35,3% são para os impostos. O maior vilão é o ICMS, imposto estadual.

A facada foi autorizada pela Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica, que mais uma vez insinua a sua total inutilidade pública e confronta abertamente o governo e sua política de combate a carestia e a inflação.

Com o novo aumento, quem paga R$50,00 por mês vai ter que desembolsar R$ 54,85; quem paga R$ 80,00 por mês vai morrer em R$ 87,06; quem paga R$100,00 vai gastar R$ 109,70; quem paga R$ 150,00 vai torrar R$ 164,55 e por aí vai, sempre ladeira acima.

Para piorar, as distribuidoras estão dizendo, de novo, que está faltando água, os reservatórios estão vazios e por isso vão ligar as termelétricas e crau!”, vão acionar as bandeiras tarifárias, ou seja, mais mão no bolso com bandeira laranja, bandeira vermelha.

O Sistema de Bandeiras Tarifárias foi inventado por DilmaTemer, a mesma que irresponsavelmente baixou o preço da energia em 18% naquele fatídico janeiro de 2013 quando em rede nacional de TV anunciou: “A partir de agora, a conta de luz das famílias brasileiras vai ficar 18% mais barata”. O populismo custou caro, para nós, que estamos pagando um rombo de R$ 64 bilhões no setor, provocado pela politicagem de DilmaTemer.

Ao justificar o malefício dos 9,7%, a Enel falou em uso de termoelétricas no passado e gatos! Sim, pagamos para que os ladrões de energia façam o que bem entendem. Na foto do jornal Extra, em plena luz do dia um homem faz um gato em São Gonçalo. O caminho mais curto e lucrativo para empresas e governos não é acabar com os ladrões, mas mandar a conta para os que os honestos, vulgo otários, paguem.

Ano passado a Enel disse que mapeou 73 áreas de risco em Niterói, onde os profissionais da empresa não conseguem trabalhar porque o crime organizado não deixa.

A empresa afirma que a favela do Preventório, em Charitas, é a mais perigosa da cidade e representa perda de faturamento de 73%, por causa dos gatos e a alta quantidade de aparelhos ar condicionado (e outros equipamentos) ligados o dia todo que provocam pico de consumo em Charitas e São Francisco. Quem arca com o prejuízo são os assinantes que vivem em áreas mais seguras. Além do Preventório, a concessionária aponta Caramujo, Nova Brasília e Vila Ipiranga como as principais áreas de perigo e ondem ninguém pode subir para levar conta de luz ou fazer reparos na rede.

Em janeiro, habitantes de Maricá entraram com uma Ação Judicial Pública contra a Enel onde reclamaram do péssimo serviço prestado e, dizia a petição, “o aumento abusivo dos últimos meses, onde alguns clientes relatam aumento de mais de 100% do valor sem ter o aumento proporcional do consumo de kilowatt/hora.

(…) Queremos a redução dos preços cobrados, e solicitamos melhorias nas redes de transmissão de energia, mais investimentos da empresa na rede para continua prestação de fornecimento de energia elétrica para haver menos quedas de seus serviços prestados à população de Maricá. (…)

Maricá dá aula, mas Niterói nada faz. No máximo uma ou outra reclamação no Facebook, no Twitter e as concessionárias se divertem em homéricos bacanais tarifários graças a permissividade da prefeitura, da Câmara dos Vereadores, das Associações de Moradores e afins, da OAB, da malemolência da população que deixa rolar como se o problema não fosse dela.

A vista grossa da prefeitura é tamanha que seus tecnocratas acham que a iluminação pública vai muito bem, obrigado, e a mão boba que leva 5% do valor da nossa conta de luz, a famigerada Cosip (Contribuição para o Custeio do Sistema de Iluminação Pública), nem sempre é usada em iluminação pública. Leia: https://glo.bo/2XWWYQc .

Dizem que Niterói é um reduto de grandes juristas e advogados, que a OAB daqui é forte e tudo mais. Logo, não custa perguntar: Doutores, essa Cosip é legal? Doutores, usar a Cosip para pagar outras despesas não configura crime de responsabilidade fiscal? Excelentíssimos vereadores, por que os senhores não derrubam essa Cosip?

A inércia de muitos habitantes de Niterói com seus interesses é tamanha, que na semana passada o Centro Comunitário de São Francisco (CCSF), indignado, escreveu aqui para a Coluna pelo e-mail  gilson@colunadogilson.com.br  : 

“Em que mundo que vocês estão? Ainda não perceberam que Niterói inteira está tomada pela bandidagem? Que a polícia militar veio perdendo forças que tinha na década de 70 e 80 90…2000, 2010 Governo Cabral, com o advento das UPPs as facções criminosas cresceram e invadiram a nossa cidade e que não é uma associação de bairro que vai dar jeito nisso?
E você o que tem feito para tornar forte o seu bairro?
Tem participado com os poucos que ainda levantam das confortáveis cadeiras de suas casas para participar das reuniões e trazer suas brilhantes ideias de como dar um jeito em tudo que acontece, ou só escreve?

Na próxima terça-feira, 19/03, haverá a reunião de moradores às 19 horas.
Local: Salão da Paróquia de São Francisco Xavier.
Com a presença do nosso comandante da área 4cia. RESPONSÁVEL PELO PATRULHAMENTO DO BAIRRO DE SÃO FRANCISCO E CHARITAS.
Vamos participar e levar as propostas para melhorar o bairro!”  
ccsaofrancisco@gmail.com

 

                                                    @@@

@ Orgulho de Niterói, o Coletivo Pedal Sonoro, um dos mais importantes do Estado, lançou sua rádio na internet. Para ouvir, clique aqui: http://radio.pedalsonoro.com.br/

@ Quarta-feira o 12º. Batalhão da PM recebeu mais 10 carros Nissan Versa para policiamento. O comandante do 12º, tenente-coronel Sylvio Guerra, a prioridade é circular pela cidade a tarde e de madrugada. Ótimo. Mas enquanto o 12º. tiver que dar conta de Niterói e Maricá, vai continuar enxugando gelo.

@ O pesquisador André Borges, especialista em rock clássico, lançou a sua rádio na internet. Chama-se Brother Rock e pode ser ouvida em www.brotherock.com . Sucesso, André!

@ Infelizmente a população não frequenta a Câmara dos Vereadores, onde a sua vida é decidida diariamente. O que muitos não sabem é que as sessões são transmitidas ao vivo na internet. Basta acessar http://camaraniteroi.rj.gov.br/site/sessao-plenaria/ a partir das 18 horas.

@ Após um ano, a nova versão do “Jornal do Brasil” parou de circular.  A redação entrou em greve na terça, em protesto contra os três meses de salários atrasados. Dono do Bar Lagoa e do restaurante Fiorentina, o empresário Omar Catito Peres, que arrendou a marca de Nelson Tanure, disse que o jornal se tornou economicamente inviável e estava vendendo menos de 3 mil exemplares por dia. Continua com a versão on line.

Sharing is caring

Luiz Antonio Mello
Luiz Antonio Mello
Jornalista, radialista e escritor, fundador da rádio Fluminense FM (A Maldita). Trabalhou na Rádio e no Jornal do Brasil, no Pasquim, Movimento, Estadão e O Fluminense, além das rádios Manchete e Band News. É consultor e produtor da Rádio Cult FM. Profissional eclético e autor de vários livros sobre a história do rádio e do rock and roll.
|

3 thoughts on “Enel aumenta a luz em 9,7%, Light em 11,52%, o governo pega 35,5% do bolo e fica tudo por isso mesmo

  1. Por iniciativa do vereador João Gustavo dia 19 as 13 horas, haverá audiência pública já câmara de Niterói para discutir os problemas do aumento e outras questões relativas à Enel. Será muito importante sua presença e de todos que puderem.

  2. As empresas de distribuição de energia elétrica têm o monopólio em suas áreas de atuação (região). portanto sem concorrência.A tributação é um verdadeiro absurdo: a conta “salgada” fica sempre o/ consumidor.

Comments are closed.

Menu