New here? Register. ×
×

Da Grota a Boston com seu violoncelo

Escrito por Gilson Monteiro às 11:22 do dia 30 de junho de 2018
Sobre: Kely em Berklee
30jun

A violoncelista Kely Pinheiro, nascida e criada na comunidade da Grota do Surucucu, em São Francisco, Niterói, ganhou uma bolsa integral para um curso de quatro anos no Berkelle College of Music, em Boston (EUA) para aperfeiçoar sua formação musical iniciada na Orquestra de Cordas da Grota. Dia 25/07, ela vai se apresentar no Teatro Municipal de Niterói, com ingressos a partir de R$ 30, para levantar fundos para a estadia nos Estados Unidos.

No vídeo, Kely conta um pouco de sua trajetória. A renda obtida com o concerto vai se somar aos recursos que a talentosa jovem de 20 anos vem levantando através de outras apresentações e de um crowdfunding (vaquinha eletrônica) para tentar arrecadar cerca de R$ 70 mil, quantia que vai permitir que ela sobreviva nos Estados Unidos por um ano. Quem quiser participar do financiamento on-line é só clicar aqui: KELY vai pra BERKLEE!

— Não vou abrir mão do meu sonho. Participei de um processo seletivo difícil, com audições e testes, e, quando recebi a notícia da bolsa, comemorei. Só que tenho que arranjar um jeito de conseguir fundos para cobrir a alimentação, moradia e os outros gastos. Vou precisa de R$ 100 mil para o primeiro ano, mas já consegui R$ 30 mil com doações. Depois vejo como conseguir o restante — diz ela, que, aos 15 anos, formou-se na Academia Juvenil da Orquestra Petrobras Sinfônica e atualmente toca na Camerata Laranjeiras e na Orquestra Sinfônica Cesgranrio.

Na página da vaquinha on-line, Kely faz um apelo. “Você é brasileiro como eu e sabe o quanto nosso país desperdiça seus talentos. Por isso, te convido a se alegrar com a minha conquista como se fosse nossa. Se você compartilhar do meu sonho, poderemos investir juntos na propagação da cultura brasileira. Com o seu apoio, eu posso SIM chegar a tão almejada Berklee, na terra do Tio Sam”, escreveu.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|
Menu