New here? Register. ×
×

Com bares vazios, ladrões atacam garçons

Escrito por Gilson Monteiro às 12:06 do dia 20 de outubro de 2017
Sobre: Saideira
20out

O movimento à noite nos restaurantes de Niterói continua caindo cada vez mais em função da crise econômica e da violência que tomou conta da cidade, afugentando cada vez mais os fregueses. Os ladrões não estão livrando a cara nem dos trabalhadores, como os quatro garçons e um copeiro que depois de aender a última saideira e encerrar o expediente do Steak House, na Gavião Peixoto, em Icaraí, foram assaltados na madrugada desta sexta-feira (20/10) por três bandidos armados que desceram de um carro em frente ao restaurante.

Algumas casas estão deixando de abrir à noite, como o Manjericão, na Gavião Peixoto, com medo de serem assaltados e pela pouca frequência de fregueses.

Elton Furrier, dono do Steak, que conseguiu reabrir a casa depois de dar a volta por cima em uma crise financeira, também está preocupado com o fraco movimento noturno, quando o movimento da casa sempre foi mais forte pela frequência de grande número de boêmios. Além disso, como boa parte da freguesia é formada por funcionários do Estado e estes estão com salários atrasados, o Steak está sofrendo novo baque em sua caixa registradora.

Sharing is caring

Gilson Monteiro
Gilson Monteiro
Iniciou em A Tribuna, dirigiu a sucursal dos Diários Associados no Estado do Rio, atuou no jornal e na rádio Fluminense; e durante 22 anos assinou uma coluna no Globo Niterói. Segue seu trabalho agora na Coluna Niterói de Verdade, contando com a colaboração de um grupo de profissionais de imprensa que amam e defendem a cidade em que vivem.
|

5 thoughts on “Com bares vazios, ladrões atacam garçons

  1. Não temos governo, mas temos impostos. Canalhas. Ladrões de vidas. Não deveriam ser presos más sim desapropriados de tudo o que têm. O povo deveria lutar pela desapropriação de todos os bens desses canalhas do poder e deixá-los na rua sem direito a voltar a vida pública. Isso sim. Prendem nos dando mais despesas com suas mordomias. Enquanto perdemos empregos e não temos salarios

  2. E acham (os gestores da PMN) que armando a Guarda Municipal adianta alguma coisa. Agora é que os GM’s serão atacados ou até executados para a obtenção de suas armas! Os gestores da PMN são tão “ispeeeertos” quanto os que decidiram instalar semáforos em TODAS AS RUAS TRANSVERSAIS da região oceânica, independentemente da rua ter fluxo viário que justificasse tal instalação. Vejam apenas o exemplo da chamada RUA DA PEDRA localizada antes do Supermercado Diamante do outro lado da pista de acesso ao Colégio Pensi em Itaipu.Tal instalação é um acinte à capacidade de discernimento do cidadão, mas o gestor da PMN responsável pela fiscalização desse contrato parece nada temer. Estão enchendo de semáforos creio eu como forma de ajudar a bandidagem nos abordar. Só pode ser essa a explicação pois de engenharia viária parece que nada entendem.

  3. Temos uma cidade sitiada, dominada pela bandidagem, desprotegida e entregue ao Deus dará. A única preocupação é multar motoristas que nao usam de segurança, nao acendem a merda dos faróis ou falam ao telefone que estão sendo assaltados. Tem mais: usando a burrice como desculpa, colocam radares em locais perigosos obrigando os motoristas diminuírem a velocidade para serem assaltados.
    Pqp!!! Ó vida….

  4. Até quando vamos suportar isso? Precisamos reagir de alguma forma, não adianta ficar comentando em redes sociais. Hoje o jardim Icarai, mais que outros bairros, está dominando por bandidos. A polícia é insuficiente, incapaz e quando consegue chegar a tempo tem que tratar bandido com cordialidade. Isso é o nosso fim.

Comments are closed.

Menu