New here? Register. ×
×

50 anos do Cine Arte UFF serão comemorados com mestres do Cinema

Escrito por Luiz Antonio Mello às 08:15 do dia 1 de setembro de 2018
Sobre: Mês do cinema Programa especial
01set

O Cine Arte UFF é um dos maiores e mais conceituados patrimônios culturais de Niterói e do país. Chega aos 50 anos com a sua proposta original intacta: exibir filmes de arte, revolucionários, alternativos, sem a preocupação de que sejam “blockbuster” sucessos arrebatadores de bilheteria. Assim, estimulando a criação e a ousadia, o cinema acabou formando uma legião de cinéfilos na cidade que conheceram lá muitas obras, diretores e atores na telona da UFF.

Uma série de eventos acontecerá durante todo o mês de setembro, dentre eles algumas mostras de importantes cineastas. As sessões têm ingressos a preços populares ou entrada gratuita.

Mostra Bergman

06 a 11 de setembro às 16h50
R$ 14 e R$ 7 (meia)
Cine Arte UFF – Rua Miguel de Frias 9, Icaraí, Niterói – RJ

O Centro de Artes UFF reúne duas comemorações em uma só: os 100 anos de nascimento do grande cineasta Ingmar Bergman e os 50 anos do Cine Arte UFF. No dia 06, às 16h50, haverá a mostra com a sessão do filme Bergman – 100 anos

Em 2018, o diretor sueco Ingmar Bergman, morto em 2007, teria completado 100 anos. Este documentário resgata a obra monumental do cineasta, autor de filmes como O Sétimo Selo, Morangos Silvestres, Persona, Gritos e Sussurros, Luz de Inverno, O Ovo da Serpente e Fanny & Alexander.

O foco é o ano de 1957, quando Bergman lança dois filmes, filma mais dois, dirige um telefilme e quatro peças de teatro. Conversando com atores, colaboradores, críticos e historiadores, o filme traça o retrato de um homem obsessivo, instável, difícil de lidar, mas ao mesmo tempo um dos maiores artistas da história da Suécia, e também o único diretor a receber a “Palma das Palmas” no Festival de Cannes.

Dia 06 – quinta
16h50 – BERGMAN – 100 ANOS

Dia 07 – sexta
16h50 – O SÉTIMO SELO

Dia 08 – sábado
16h50 – MORANGOS SILVESTRES

Dia 09 – domingo 
16h50 – PERSONA

Dia 10 – segunda
16h50 – GRITOS E SUSSURROS

Dia 11 – terça
16h50 – SONATA DE OUTONO

Mostra Nelson Pereira dos Santos

Dias 07 a 11 de setembro às 18h50

Entrada franca

Um dos criadores do Cine Arte UFF e do curso de Cinema da UFF, o grande homenageado nas comemorações dos 50 anos terá mostra com cinco obras que marcaram as diversas épocas de sua trajetória. De um dos primeiros filmes de Nelson – Rio Zona Norte – a um dos últimos – A Música segundo Tom Jobim – a mostra abrange mais de cinco décadas e ainda conta com os clássicos Vidas Secas e Memórias do Cárcere (adaptações das obras de Graciliano Ramos) e do sucesso O Amuleto de Ogum.

Dia 07 – sexta

18h50 – Rio Zona Norte

Dia 08 – sábado

18h50 – Vidas Secas

Dia 09 – domingo

18h50 – Memórias do Cárcere

Dia 10 – segunda

18h50 – O Amuleto de Ogum

Dia 11 – terça

18h50 – A música segundo Tom Jobim

Mostra Glauber

14, 16, 18 e 19 de setembro, às 21h

Entrada R$ 4

Cine Arte UFF – Rua Miguel de Frias 9, Icaraí, Niterói – RJ

Logo após a morte de Glauber Rocha, em 1981, o professor João Luiz Vieira, do curso de Cinema da UFF, convocou seus alunos e, juntos, organizaram o Ciclo de Estudos Glauber Rocha, um grande evento reunindo seus filmes (incluindo o censurado e inédito História do Brasil) e várias mesas, que analisaram a obra de um dos maiores cineastas brasileiros. Esta mostra, 50 anos do nosso cinema, homenageia Glauber e também relembra esse momento tão especial, marco de uma nova fase na trajetória do Cine Arte UFF.

Dia 14 – sexta

21h – Barravento

Dia 16- domingo

21h – Terra em Transe

Dia 18 – terça

21h – Deus e Diabo na Terra do Sol

Dia 19 – quarta

21h – O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro

Sessão de filmes Sganzerla

Dia 12 (quarta)

às 18h10 – R$ 14 e R$ 7 (meia)

às 20h – Entrada franca

No dia do aniversário de 50 anos do Cine Arte UFF uma ponte entre 1968 e 2018 se estabelece com as exibições de O bandido da luz vermelha (em versão digital, restaurada) e A moça do calendário (pré-estreia). O primeiro é um marco do Cinema Marginal brasileiro, dirigido por Rogério Sganzerla e estrelado por Helena Ignêz; o segundo é dirigido por Helena Ignêz a partir de roteiro de Sganzerla e será lançado em breve. A sessão de A moça do calendário contará com a presença da diretora Helena Ignêz e da atriz Djin Sganzerla.

Dia 12 (quarta)

18h10 – R$ 14 e R$ 7 (meia)

O BANDIDO DA LUZ VERMELHA

Dia 12 (quarta)

20h – Entrada Franca

A MOÇA DO CALENDÁRIO

Sharing is caring

Luiz Antonio Mello
Luiz Antonio Mello
Jornalista, radialista e escritor, fundador da rádio Fluminense FM (A Maldita). Trabalhou na Rádio e no Jornal do Brasil, no Pasquim, Movimento, Estadão e O Fluminense, além das rádios Manchete e Band News. É consultor e produtor da Rádio Cult FM. Profissional eclético e autor de vários livros sobre a história do rádio e do rock and roll.
|
Menu